sábado, 31 de outubro de 2009

Fundação Abrinq premia projetos sociais

Agenda Anota aí

Fundação Abrinq premia projetos sociais

Dia 11 de novembro, às 19h , no HSBC, Prêmio Criança/2009 serão conhecidas as iniciativas vencedoras

A Fundação Abrinq realizará no próximo dia 11 de novembro, às 19h , no HSBC, o Prêmio Criança/2009, em cerimônia que identifica e reconhece projetos sociais diferenciados de empresas e organizações sociais que desenvolveram ao longo do ano ações para melhoria da qualidade de vida e defesa dos direitos de crianças na primeira infância ( 0 a 6 anos).
Para "concorrerem" ao Prêmio Criança 2009 foram selecionadas 10 finalistas entre as 355 iniciativas inscritas. das quais 4 serão premiadas no evento.
"A primeira infância é uma fase única e preciosa da vida, em que se formam as conexões cerebrais que asseguram o pleno desenvolvimento intelectual, psicológico e social do ser humano, por meio de estímulos e interação com ambientes adequados", diz Synésio Batista da Costa, presidente da Fundação Abrinq. "É por esse motivo que iniciativas que zelam por bebês, crianças, suas mães e sua família merecem atenção redobrada de toda a sociedade", explica.
Nesse contexto, a Fundação Abrinq, por meio do Prêmio Criança, busca disseminar e reconhecer iniciativas de todas as regiões do país, ampliando o número de crianças beneficiadas e possibilitando influenciar políticas públicas que assegurem um bom começo de vida às crianças pequenas no Brasil.
Conheça as dez iniciativas finalistas do Prêmio Criança 2009:
* A Roda do Sol - Associação de Apoio ao Trabalho Cultural, Histórico e Ambiental - Lucena - PB - Oferece moradia temporária, apoio, assistência e formação a crianças em situação de vulnerabilidade.
* Atividade Brasileirinhos - Associação Brasileira de Assistência à Criança Cardíaca e à Transplantada do Coração - São Paulo - SP - Mantém o vínculo com o aprendizado e desenvolvimento educacional de crianças com cardiopatias.
* Educação Infantil: Prevenindo a Deficiência, Promovendo a Inclusão - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Itajaí - Itajaí - SC - Atendimento clínico e pedagógico para desenvolvimento de crianças com ou sem deficiência.
* Programa de Aleitamento Materno - Visteon Sistemas Automotivos Ltda - Guarulhos - SP - Programa de coleta de leite materno, com orientação, armazenamento e acompanhamento seguro, para alimentação dos filhos e doação para o Banco de Leite da região.
* Programa Família Abrindo Caminhos - Núcleo Educacional da Santa Casa de Diadema - SP - Proteção social e fortalecimento emocional de crianças.
* Programa Fazendo a Minha História - Instituto Fazendo a Minha História - São Paulo - SP - Programa que proporciona meios de expressão para crianças e adolescentes entrarem em contato com sua história de vida e registrá-la.
* Projeto Lugar de Palavra - Núcleo de Atenção à Violência - Nova Iguaçu - RJ - Promove a mudança no quadro de violência doméstica e risco social envolvendo crianças e familiares.
* Projeto Vale a Vida - Juntos Por um futuro Melhor - Vale do Ivaí S/A Açúcar e Álcool - São Pedro do Ivaí - PR - Programa de orientação, acompanhamento e apoio a gestantes.
* Promovendo o Desenvolvimento de Crianças com Desnutrição: Uma nova concepção - Instituto de Prevenção a Desnutrição e a Excepcionalidade - Fortaleza- CE - Desenvolvimento de Crianças em situação de vulnerabilidade social e fortalecimento do vínculo com seu cuidador.
* SAP - Sala de apoio Pedagógico - Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva - Natal - RN - Promove o desenvolvimento integral da criança, com estímulo à aprendizagem e à socialização.

Fonte: http://www.revistaviracao.org.br/

Convite - lançamento do livro Raimundo Faoro e o Brasil


A Editora Fundação Perseu Abramo e a Escola Superior de Advocacia da OAB convidam para o lançamento do livro

Raimundo Faoro e o Brasil

Com a presença do organizador da obra, o cientista político Juarez Guimarães

Também estará à venda o livro "Ousar lutar: memórias da guerrilha que vivi" de José Roberto de Resende

Data: 09 de novembro de 2009
Horário: 19h00
Local: Escola da OAB - Rua Guajajaras, 1757 - Barro Preto - Belo Horizonte/MG
Realização: Fundação Perseu Abramo Escola Superior de Advocacia da OAB
Apoio:
Forum Mineiro de Direitos Humanos - FMDH
Informações: (31) 3297.9063 / 98052190

E-mail:
secretariabh@fpabramo.org.br

Seleção Projetos Extensão Rural no CNPq

Seleção Projetos Extensão Rural no CNPq – Até 02 de Dezembro

Estão previstos R$13,5 milhões em recursos para execução dos projetos
Estão abertas as inscrições para seleção de projetos inovadores no ensino e aprendizagem em extensão rural, geração de pesquisas voltadas para a construção e disponibilização de conhecimentos em tecnologias apropriadas para a agricultura familiar e na qualificação de técnicos extensionistas. O envio de proposta vai até o dia 2 de dezembro e estão previstos R$13,5 milhões em recursos financeiros para a execução dos projetos.

A ação é promovida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural da Secretaria de Agricultura Familiar (Dater/SAF), em parceria com o Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT), por intermédio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Segundo o diretor do Dater, Argileu Martins da Silva, a parceria com o CNPq estabelece o elo efetivo de compatibilização entre pesquisa e extensão rural, permitindo que o conhecimento gerado esteja à disposição dos agricultores familiares.

Para participar do edital, a proposta deve ser apresentada por professor/pesquisador com, no mínimo, o título de mestre, que esteja vinculado a uma instituição de ensino superior pública, comunitária ou confessional. Os projetos deverão contemplar ações compatíveis com a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pmater) e devem ser apresentados dentro de uma das seguintes Chamadas de Projetos:

Chamada 1: Pesquisa em Experiências Inovadoras no Ensino, Aprendizagem e Intervenção em Extensão Rural, no âmbito da agricultura familiar e em consonância com a Política Nacional de Ater (PNATER), estimulando o intercâmbio de professores/pesquisadores do ensino de Extensão Rural entre as diferentes regiões do País, a construção de conhecimento para o ensino e a prática da Extensão Rural e o apoio ao fortalecimento de grupos de ensino, pesquisa e extensão em temas vinculados às demandas da Extensão Rural brasileira.

Chamada 2: Validação, experimentação e disponibilização de inovações tecnológicas apropriadas para a agricultura familiar, visando aperfeiçoar e promover a sustentabilidade dos sistemas de produção.

Chamada 3: Realização de cursos de Manejo Ecológico e Conservação dos Solos e da Água, voltados para profissionais das ciências agrárias, de nível médio e/ou superior, vinculados a uma entidade de Assistência Técnica e Extensão Rural governamental ou não governamental que atuam com agricultores familiares.

Acesse a íntegra do edital no site do CNPq em:
www.cnpq.br/editais/ct/2009/033.htm
ou no do Dater/SAF:
http://comunidades.mda.gov.br/portal/saf/programas/assistenciatecnica .

Lançamento Alta Temporada


Clique na imagem

Domingo Especial Véspera de Feriado 01.11


Clique na imagem

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Prorrogado Prazo de inscrições para o Vestibular LeCampo

Informamos, conforme anexo, abaixo, que o prazo para as inscrições do vestibular 2010 foi prorrogado até o dia 3 de novembro.

Pedimos que cada instituição, parceira ou não do programa de Educação do campo da FAE/UFMG, mas que estão diretamente ligadas à população do campo, através de seus projetos, ajudem, façam um esforço na divulgação. Precisamos fazer chegar as informações e motivação aos educadores que ainda não tem habilitação e aos jovens do campo que tem interesse na docência, e em especial na docência da educação do campo.

Essas pessoas, público alvo do curso, acabam sendo as que menos têm acesso aos meios de comunicação (principalmente os mais rápidos e mais usados na atualidade, o e-mail) e quando sabem em cima da hora, por não entenderem do funcionamento, fica na dúvida e acabam não fazendo inscrição. É preciso usar de outros meios como recado e bilhete para que a comunicação seja mais democrática.

Marinalva Jardim Franca

P/ Observatório da Educação do Campo FAE/UFMG

EDITAL DE PRORROGAÇÃO DO PRAZO DE INSCRIÇÃO

A Universidade Federal de Minas Gerais faz saber aos interessados que, considerando os princípios da publicidade, razoabilidade e finalidade pública, bem como os critérios de conveniência e oportunidade

RESOLVE,

1. PRORROGAR o prazo de inscrição para o Concurso Vestibular 2010, pela internet, para os cursos de Licenciatura em Educação do Campo e Licenciatura Intercultural para Educadores Indígenas, encerrando as mesmas no dia 3 de novembro de 2009, até as 17 horas.

2. MANTER os demais dispositivos constantes do Edital do Concurso, publicado no Jornal Minas Gerais em 29 de setembro de 2009.

3. MANTER as inscrições efetuadas no período de 6 a 26 de outubro de 2009, ficando vedada qualquer alteração nas mesmas inclusive quanto à opção de curso.

Convite da Audiência Pública: Consciência Negra

Convite da Audiência Pública: Consciência Negra, dias: 04 , 05 e 06/11/2009.


Clique na imagem

Jamilys Monte Castro
Secretária da Comissão da Juventude
Assessora Parlamentar
Deputada Estadual Rachel Marques - PT/Ce
Fones: (85) 9952.7955/3277.2972

Notícias do Consea Nacional

Clima e etnodesenvolvimento são temas de plenária do Consea Nacional

Durante a 13ª reunião plenária do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), realizada na quarta-feira, 28 de outubro, em Brasília, a situação climática e o etnodesenvolvimento foram abordados a partir dos focos da soberania e segurança alimentar e nutricional e do direito humano à alimentação adequada saudável. Os debates foram preparados pelas comissões que trabalharam diretamente com os temas, colaborando com a reflexão dos movimentos sociais e do governo e fazendo propostas concretas, principalmente para os poderes públicos.

Na parte da manhã, o clima esquentou! As mudanças climáticas, causadas pela ação humana, serão tratadas na 15ª Conferência das Partes, a chamada COP-15, em dezembro, pela Organização das Nações Unidas (ONU), em Copenhague, Dinamarca. O Brasil será representado pelo governo federal, instituições e movimentos sociais e populares. O debate do Consea teve como objetivo levantar propostas para a ação do governo brasileiro na COP-15, entre elas, a de debater o modelo de desenvolvimento. Para colaborar na reflexão do Consea, o INESC e a Rede de Educação Cidadã apresentaram o vídeo documentário das oficinas realizadas sobre o tema.

À tarde, as atenções se voltaram para o Etnodesenvolvimento e Políticas Públicas. As comissões permanentes do Consea, que tratam das comunidades tradicionais e povos indígenas, apresentaram um documento sobre o que é etnodesenvolvimento e os avanços e dificuldades que encontram no campo das políticas públicas. Para ampliar o debate, também participaram da mesa, Josilene Brandão, integrante da Coordenação Nacional das Comunidades Negras Rurais, e Sônia Guajajara, vice-presidente da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB).

Na plenária também houve a cerimônia de recondução e posse de novas/os conselheiras/os do mandato 2009-2011.

Assim que os documentos estiverem atualizados, com as contribuições dos debates, o Consea disponibilizará em seu site: www.planalto.gov.br/consea.

Suzana Coutinho, com informações da Assessoria de Imprensa do Consea

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Campanha Natal Sem Fome dos Sonhos

Campanha Natal Sem Fome dos Sonhos

Qual A Melhor Dupla de Todos Os Tempos?

WalMart e Net querem saber: “Qual A Melhor Dupla de Todos Os Tempos?”

Concurso cultural “Dupla Dinâmica”, promovido pela parceria entre a loja virtual do Walmart e a NET, irá premiar as melhores respostas enviadas até 30 de novembro

O Walmart Brasil, por meio do site www.walmart.com.br, se uniu a NET para oferecer, a partir de outubro, o concurso cultural “Dupla Dinâmica”, que irá premiar as melhores respostas para a pergunta: “Qual a melhor dupla de todos os tempos?”. Para participar basta enviar uma frase pelo site
www.suadupladinamica.com.br até dia 30 de novembro.

Na primeira fase, as respostas enviadas serão votadas pelo público na página do concurso. Em seguida, as dez mais bem colocadas serão analisadas por uma comissão julgadora, que selecionará as quatro campeãs. O primeiro lugar ganhará um notebook, da marca Sony. Para o segundo, o prêmio será uma televisão LCD, da AOC.. Terceiro e quarto lugares receberão um console de Playstation e um telefone sem fio Siemens, respectivamente.

Os critérios de avaliação levarão em conta a criatividade na hora de elaborar o texto, que deve ter no máximo 250 caracteres. O resultado da promoção será divulgado no dia 15 de dezembro, também na página do concurso na internet.

Informações para a imprensa:
Assessoria de imprensa NET Serviços
Ampla Soluções em Comunicação:
Liège Camargos e Marianna Moreira
(31) 3225-1116 / 3221-9241 e 8899-0353
ampla@amplacomunicacao.com.br

Walmart Brasil Assessoria de Imprensa

Flávia Rezende
11 3643-2935
flavia.rezende@cdn.com.br

Roberta Corbioli
11 3643-2737
roberta.corbioli@cnd.com.br

outubro/2009

02 de Novembro - Dia da Saudade

02 de Novembro - Dia da Saudade

Próximo ao Dia de Finados, psicanalista orienta as pessoas a enfrentar o luto e vivenciar as boas lembranças e a saudade.

Um dia de muita saudade. Dia 2 de novembro é dedicado às recordações e lembranças das pessoas queridas que já faleceram. Nesta data, fica ainda mais forte e presente o sentimento de perda.

Segundo a médica e psicanalista, Soraya Hissa de Carvalho, passar por este sentimento de tristeza e angústia é necessário para a superação de uma grande perda, como a morte de uma pessoa que amamos. “As pessoas ficam com a sensação de terem sido roubadas em algo a que tinham direito. Passam por um processo doloroso que envolve sofrimento, medo, raiva, culpa, depressão, isolamento, desinteresse pelas atividades costumeiras ou excesso de atividades (fuga). E apresentam sintomas físicos e psicológicos de estresse”, aponta a psicanalista para o misto de sentimentos que surgem depois da perda.

As pessoas que convivem com um indivíduo que vivencia um luto devem ficar atentas para que este estágio natural não se torne uma doença, como a depressão. “Isso ocorre quando a realidade passa a não ser aceita, e a pessoa deixa de lado sua própria vida para viver de lembranças”, explica.

A perda de prazer, da criatividade, do apetite, o aparecimento de doenças e a dificuldade em retomar a vida normal são os principais indicativos de que as coisas não vão bem. "O luto e a tristeza são processos naturais. O que não é normal é a depressão pós - perda. A pessoa fica entregue à morte do outro e pode até ter idéias de suicídio com a intenção de se juntar a este outro", orienta Soraya.

O Luto

O tempo e a forma de vivenciar um luto dependem de alguns fatores, e de pessoa para pessoa.

A médica explica que, apesar das pessoas sentirem e reagirem de forma diferente, que existem pontos em comum nas situações de perda. “O primeiro estágio é o choque e negação, passando para a fase da raiva, revolta e mágoa. A seguir, a tendência é retrair - se por algum tempo, afastando - se dos outros, enquanto buscam alcançar um estado de entendimento, paz, compreensão; de aceitar aquilo que não pode ser mudado. Depois de um tempo começam a querer e tentar voltar à vida normal e conviver melhor com a saudade”, diz a psicanalista.

Ficar apenas na saudade

Para a psicanalista, a saudade é um sentimento benéfico e que faz parte do nosso cotidiano, mesmo sem nos darmos conta disso. Esse sentimento nos aproxima das pessoas e das coisas que gostamos, mas que por algum motivo estão distantes. “A saudade tem seu lado bom, uma vez que só sentimos falta de algo que marcou positivamente nossas vidas. É a memória de algo ou alguém ausente, lembrança nostálgica e suave, que vem junto da vontade de ver novamente a pessoa.”, explica Soraya.

Fonte para entrevistas: Médica e psicanalista Soraya Hissa de Carvalho.
Favor agendar na Ampla Comunicação, com Marianna Moreira.
Informações para a imprensa:
Ampla Soluções em Comunicação:
Liège Camargos e Marianna Moreira
(31) 3221 - 9241/ 3225 - 1116/ 8899 - 0353
ampla@amplacomunicacao.com.br

Outubro de 2009

Marianna Moreira
Ampla Soluções em Comunicação
Rua dos Otoni, 22 / sala 603 - Santa Efigênia
(31) 3221 - 9241 - (31) 3225 - 1116 - (31) 8822 - 0858
imprensa@amplacomunicacao.com.br

Show Maletta 50 Anos - 28-10


Clique na imagem

Audiência Pública para a Revisão do Plano Plurianual de Ação Governamental

Revisão do PPAG 2008/2011
Audiência Pública - Belo Horizonte

O Presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, Deputado Alberto Pinto Coelho, convida-o(a) a participar da Audiência Pública para a Revisão do Plano Plurianual de Ação Governamental – PPAG – 2008/2011, nos dias 4, 5 e 6 de novembro de 2009, no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais - R. Rodrigues Caldas, 30 - Santo Agostinho.

Objetivos
• discutir a proposta do PPAG 2008/2011;
• avaliar a execução do PPAG 2008/2011;
• sugerir alterações e novas propostas.

Mais informações no
site do evento

Cinecluble Sabotage - Programação

Programação da Semana - Cineclube Sabotage

29/10. Quinta-Feira – Sessão Direitos Humanos

Abertura com o vídeo-clipe: “Castelo de Madeira”, A Família

Documentário “Trajetória dos Direitos Humanos”, Bernardo Brant, Oficina de Imagens e SEDH/Governo Federal.
Sinopse: Trajetórias de movimentos sociais e políticos, no Brasil e no mundo, na conquista de direitos humanos ao longo da história. Grandes lutas e movimentos populares pela garantia dos direitos nos dias de hoje.

Debatedores: Ice Band (Presidente do Centro de Referência Hip Hop Brasil) Elizabeth Gomes (Coordenadora Pedagógica Oficina de Imagens)

Classificação Indicativa: Livre

Local: Espaço Cultural Planetários, Rua Antão Gonçalves, 204 - Taquaril
Próximo à Praça Che Guevara / Ônibus: 9803 / 9412 / 901 / 90

Cineclube Sabotage
Espaço educativo, dedicado à exibição de filmes nacionais seguidos por debates, o cine pretende fomentar discussão em torno de temas como Direitos Humanos, Diversidade Cultural e Cidadania, entre outros, e contribuir para a formação da platéia interessada também pela produção não-comercial. Entre os objetivos do projeto também está a democratização do acesso à produção cinematográfica e audiovisual brasileira. As sessões são realizadas todas as quintas-feiras, das 19h às 21h.

Parcerias
Centro de Referência Hip Hop Brasil
Oficina de Imagens - Comunicação e Educação
Instituto Pauline Reichstul, Espaço Cultural Planetários
FEPA - Fórum de Experiências Populares em Audiovisual
Fundo das Nações Unidas para a Infância - UNICEF & British Telecom
Mais Cultura / Ministério da Cultura / Governo Federal

Informações -
cinesabotage@gmail.com
8442-5686 (Blitz, Centro de Referência Hip Hop Brasil)
3465-6800 / 9826-3033 (Oficina de Imagens)

Edital Fundo Nacional do Meio Ambiente - Até 30/11

O Fundo Nacional do Meio Ambiente - FNMA lançou dia 21 de agosto o novo modelo de Demanda Espontânea de fomento de projetos de todo o país. As propostas devem ser enviadas pelo correio ou entregues no protocolo do FNMA de 1º de outubro a 30 de novembro.

Conselho Deliberativo do FNMA reabre a Demanda Espontânea com Novas Regras

Na sua 55ª Reunião Ordinária, realizada nos dias 30-31 de julho, o Conselho Deliberativo do FNMA reabriu o processo de fomento por meio de Demanda Espontânea, que estava suspenso desde 1º de outubro de 2008. A partir de agora, no início de cada ano, o Conselho divulgará alguns temas que serão apoiados, selecionados entre as linhas temáticas do FNMA. Os interessados em apresentar projetos ao Fundo Nacional terão vários meses para elaborarem suas propostas. Os projetos serão recebidos somente nos meses de outubro e novembro.

Anualmente, após a liberação do orçamento do FNMA pelo Ministério do Meio Ambiente, será estabelecido um valor para apoio a projetos por meio da Demanda Espontânea. Os projetos mais bem classificados dentro desse teto orçamento serão fomentados. Já os projetos não classificados serão devolvidos. Para o exercício de 2010, serão reservados R$3 milhões para a Demanda Espontânea.
No exercício de 2009, o FNMA somente receberá propostas de Demanda Espontânea nas Ações 1) Recuperação Florestal de Áreas Alteradas e Degradadas e 2) Educação Ambiental para a Sustentabilidade, com valores mínimos de R$ 200.000,00 e máximos de R$ 300.000,00, excluída a contrapartida. A duração dos projetos deverá ser de 12 meses. Cada instituição poderá enviar somente um projeto de Demanda Espontânea por ano.
Clique aqui para conhecer o novo manual de orientações para apresentação de projetos ao FNMA.

Como enviar um projeto ao FNMA

Os projetos deverão ser elaborados no programa FaçaProjeto e inseridos no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse - SICONV. O Decreto 6.170, de 25 de julho de 2007 e a Portaria Interministerial nº 127, de 29 de maio de 2008, definiram as novas regras para a apresentação de projetos e execução de convênios com recursos do Governo Federal. A partir de 2008, todos os convênios são executados no SICONV.

Para usar o SICONV, o proponente deverá se credenciar no Portal dos Convênios (www.convenios.gov.br) e se cadastrar em um dos órgãos cadastradores do SICAF (lista de endereços disponível no Portal). O FNMA só receberá projetos de entidades cadastradas. Visite o Portal dos Convênios para se informar mais sobre essa nova forma de execução de convênios. No portal estão disponíveis legislação, tutoriais, manuais e outras informações úteis.
Para conhecer os programas do FNMA no SICONV, siga os seguintes passos:
1. Acessar o Portal dos Convênios: www.convenios.gov.br
2. Clicar na Aba "Acesso Livre"
3. Clicar no link: "Listagem de Programas de Convênio por Órgão
4. Ir à página 4
5. Clicar no Código do Fundo Nacional do Meio Ambiente - 44204
Cada entidade deverá inserir somente um projeto, em uma das ações de Demanda Espontânea do FNMA no SICONV.

Os projetos elaborados no FaçaProjeto deverão ser enviados por correio ou entregues no protocolo do FNMA no período de 1º de outubro, a partir das 8h, até as 18h do dia 30 de novembro, horário de Brasília, e inseridos no SICONV no mesmo período. O programa FaçaProjeto, está disponível para download na primeira página do sítio eletrônico do FNMA. O arquivo do FaçaProjeto enviado ao FNMA deverá ter a extensão .sgf. Esse arquivo é gerado quando não há pendências no projeto. Consulte o link "Como Obter Recursos - Orientações para Apresentação de Projetos" para saber mais.
Atenção - nova redação:

Os projetos enviados ao FNMA por entidades privadas sem fins lucrativos poderão prever até 15% do valor repassado pelo FNMA para despesas administrativas.
Atenção!
Serão desclassificados os projetos nas seguintes condições:
• que não atendam à totalidade dos princípios do FNMA
• com cronograma de execução física superior a 12 meses
• com orçamento que extrapole os limites mínimo e máximo (R$ 200.000,00 a R$ 300.000,00)
• que não tenham sido apresentados no programa "Façaprojeto" (CD gravado e documento impresso)
• oriundos de entidades não cadastradas no SICONV
• de entidades que tenham enviado mais de um projeto, mesmo que para ações diferentes
• que não tenham sido enviados por correio ou recebidos no protocolo do FNMA (FaçaProjeto), e inseridos no SICONV, entre 8 horas do dia 1º de outubro de 2009 e 18 horas do dia 30 de novembro de 2009 (horário de Brasília). Para os projetos enviados por correio, vale a data de postagem.
Informações:
www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=1

Teatro Santo Agostinho - Programação

Clique na imagem

Fazendo Meu Filme: Fani na Terra da Rainha - Lançamento do Livro

Sucesso entre os jovens: Leitura Pátio lança segundo livro da série “Fazendo meu Filme” (5/11)

Depois de conquistar milhares de leitores e leitoras em todo o Brasil com o livro “Fazendo meu filme”, a publicitária e atriz, Paula Pimenta, lança o segundo livro da série, “Fazendo meu filme 2 – Fani na Terra da Rainha”no dia 5 de novembro (quinta-feira), às 19h, no Espaço Cultural Terraço Leitura (Leitura Pátio Megastore - Av. Contorno, 6061, 3º andar - Savassi). A noite de autógrafos tem entrada franca e é aberta ao público.

A obra dialoga com a realidade e os anseios dos adolescentes e jovens de hoje, explorando também temas atemporais como o amor, a amizade e a coragem. O romance relata a história de Estefânia Castelino Belluz, a Fani. Cercada por personagens não menos cativantes e curiosos, essa adorável menina vive uma história cheia de suspense, revelações surpreendentes e fortes emoções, agora, na Terra da Rainha.

Partindo para uma vida longe dos antigos amigos, de sua família e de seu amor, ela conhece melhor seus sentimentos e passa a conviver com tantos outros até então desconhecidos. Hábitos e costumes diferentes, nova rotina, língua estrangeira. Essas mudanças são comuns aos que se
aventuram a fazer um intercâmbio cultural em outro país. Mas como será que Fani, uma garota encantadora, um tanto quanto tímida e cheia de vida, reage a tantas novidades?

Sem deixar de lado as amigas inseparáveis, a adolescente, que agora completa 17 anos, se comunica diariamente com sua turma por meio de e-mails e de conversas via MSN repletas de novidades sobre Brighton.

Apaixonada por filmes, Fani mal sabe que suas experiências na Inglaterra, onde foi muito bem-recebida por sua nova família, servirão como trailer para um de seus filmes mais gostosos de serem vistos. Ou melhor, vividos.

Voltado principalmente para o público adolescente, o primeiro volume surpreendeu até mesmo os adultos. Quem é pai ou mãe, já foi jovem um dia ou apenas gosta de um bom romance, não pode deixar de ler esse livro.

“Fazendo meu filme 2 – Fani na terra da Rainha” é mais do que a história de uma adolescente que se encoraja a fazer um intercâmbio e mudar de país e de vida. É um livro que conta a história de um grande amor, desencontros, decepções, reconciliações e muita paixão, como um dos milhares de filmes que Fani já viu, mas, dessa vez, tendo ela própria como protagonista.

Sobre o autor:
Paula Pimenta é publicitária. Apaixonada pelas artes dedica grande parte do seu tempo sendo cantora, atriz, autora e professora de música.

Agenda:
Lançamento: do “Fazendo meu filme 2 – Fani na terra da Rainha”, de Paula Pimenta
Data: 05 de novembro (quinta-feira)

Horário: 19h
Local: Espaço Cultural Terraço Leitura (Leitura Pátio Megastore – Av.
do Contorno, 6061 - 3º andar – Savassi)

Entrada Franca

Informações para a imprensa:
Ampla Soluções em Comunicação:

Liège Camargos e Marianna Moreira
(31) 3221-9241 / 3225-1116 / 8899-0353
ampla@amplacomunicacao.com.br
Outubro/2009

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Prêmio Direitos Humanos 2009

SEDH-Prêmio Direitos Humanos (pdh@mj.gov.br) escreveu:

Prezadas, Prezados,
De ordem da Professora Gícia Falcão, Coordenadora de Educação em Direitos Humanos da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, seguem informações sobre o Prêmio Direitos Humanos, no qual solicitamos sua colaboração em divulgar às suas listas de contato.
Estão abertas as inscrições de sugestões para o Prêmio Direitos Humanos 2009, uma outorga do Governo Brasileiro a pessoas e entidades que se destacaram na defesa, na promoção e no enfrentamento e combate às violações dos Direitos Humanos em nosso país! O regulamento foi publicado no dia 08 de outubro no Diário Oficial da União, Seção 1, na Portaria 2.748 de 5 de outubro de 2009, conforme documento anexo.
Nesse sentido, convocamos a sua participação na divulgação desta mensagem às suas redes de contatos, ou mesmo na sugestão de pessoa ou entidade para concorrer ao Prêmio. Abaixo seguem as categorias lançadas nesta edição.
A página de abertura do portal da SEDH tem um link para acessar informações sobre o Prêmio inclusive as novidades trazidas nessa edição e os formulários de sugestão. Endereço: www.direitoshumanos.gov.br. O acesso direto às notícias sobre o Prêmio estão no endereço:
http://www.presidencia.gov.br/estrutura_presidencia/sedh/noticias/ultimas_noticias/MySQLNoticia.2009-10-06.2452
A equipe de Educação em Direitos Humanos, responsável pela coordenação do Prêmio DH, coloca-se à sua disposição para qualquer esclarecimento adicional.

Fernanda Reis Brito
Assessora Técnica
CGEDH/SEDH/PR
Telefone: (61) 2025-9865

CATEGORIAS DE PREMIAÇÃO DO PRÊMIO DIREITOS HUMANOS 2009:

1. Dorothy Stang, compreendendo a atuação na qualidade de defensor de Direitos Humanos, conforme definição da Declaração sobre o Direito e o Dever dos Indivíduos, Grupos e Instituições de Promover e Proteger os Direitos Humanos e as Liberdades Fundamentais Universalmente Reconhecidos, da Organização das Nações Unidas;
2. Educação em Direitos Humanos, compreendendo a atuação relativa à implementação dos princípios, objetivos e linhas de ação do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos;
3. Enfrentamento à pobreza, compreendendo a atuação relacionada à garantia dos direitos econômicos e sociais consignados por pactos internacionais, bem como ações na área de combate à fome e segurança alimentar;
4. Enfrentamento à violência, compreendendo a atuação relacionada à garantia do direito à segurança e ao enfrentamento à violência institucional e às situações de violência e de maus-tratos a grupos sociais específicos, incluindo atuações relacionadas à promoção da paz;
5. Segurança Pública, compreendendo a atuação de profissionais da segurança pública, individualmente considerados, em grupos ou corporações, que adotem práticas e/ou iniciativas voltadas à promoção e defesa dos Direitos Humanos e à proteção de grupos sociais específicos;
6. Enfrentamento à Tortura, compreendendo ações de enfrentamento e denúncia de tortura, bem como atividades de formação de agentes para a prevenção e combate à tortura, tendo como referência a Convenção da ONU contra a tortura, de 1984, e/ou a Lei nº 9.455/97, que define os crimes de tortura no Brasil;
7. Direito à Memória e à Verdade, compreendendo não somente o resgate à memória da luta contra a ditadura militar (1964-1985) no Brasil, mas promovendo a reflexão sobre a história brasileira, especialmente, sobre os fatos importantes ocorridos naquele período, apresentando o cenário político-cultural e seu importante papel na construção da sociedade e do pensamento atual, possibilitando à população o conhecimento da história recente do país, contribuindo para a construção de mecanismos de defesa dos Direitos Humanos;
8. Igualdade racial, compreendendo a atuação na promoção da igualdade e no enfrentamento à discriminação relacionada à raça;
9. Igualdade de gênero, compreendendo a atuação na promoção da igualdade e no enfrentamento à discriminação relacionada a gênero;
10. Garantia dos Direitos da População LGBT, compreendendo a atuação na promoção e na defesa da cidadania e dos Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT);
11. Santa Quitéria do Maranhão, compreendendo a atuação em prol da erradicação do subregistro de nascimento;
12. Erradicação do Trabalho Escravo, compreendendo a atuação na erradicação ao trabalho escravo no país, em conformidade com o 2º Plano Nacional de Erradicação de Trabalho Escravo;
13. Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente, compreendendo a atuação relacionada à implementação do Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei n° 8.069/90;
14. Garantia dos Direitos da Pessoa Idosa, compreendendo a atuação
relacionada à implementação do Estatuto do Idoso, conforme Lei nº 10.741/03;
15. Garantia dos Direitos das Pessoas com Deficiência, compreendendo a atuação em prol da equiparação de oportunidades, da inclusão social e da promoção e defesa dos direitos das pessoas com deficiência;

Trem das Artes desembarca em Sarzedo neste final de semana

Trem das Artes 2009

Sarzedo (MG) será mais uma vez agraciada com a rica programação cultural do projeto

O Trem das Artes 2009, que partiu em viagem no dia 08 de setembro e já passou por Conselheiro Lafaiete, Bom Jardim de Minas, Entre Rios de Minas, em Minas Gerais , e por Pinheiral e Paraíba do Sul, municípios flumineneses, se prepara agora para estacionar sua rica bagagem cultural na cidade de Sarzedo. Durante doze dias a população local terá a oportunidade de participar da intensa e gratuita programação cultural proposta pelo projeto.

A primeira atividade, a oficina “Desenvolvimento de Projeto Culturais” começou no dia 21de outubro e se estende até o dia 30. Destinada aos professores da cidade, artistas, gestores públicos, agentes e produtores culturais, a oficina visa capacitar os participantes para a utilização de técnicas de mapeamento cultural, diagnóstico participativo, planejamento e elaboração de projetos.

A partir da atividade os alunos terão embasamentos teóricos e conceituais sobre políticas e planejamento, bem como sobre mecanismos de financiamento à cultura, dotando-os de técnicas e conhecimentos para uma atuação mais profissional e consciente na área cultural que cada vez mais exige de seus profissionais uma postura ética e segura.

Como etapa preliminar à realização da oficina, mas ainda parte do processo formativo será realizado um exercício de mapeamento cultural no qual os próprios alunos, sob a supervisão e utilizando instrumentos e metodologia elaborados pelos monitores, levantarão dados culturais relevantes para melhor conhecimento dos contextos culturais dos quais participam e, por conseqüência, maior consciência para a proposição de projetos que venham a interferir nas realidades locais.

A oficina “Desenvolvimento de Projetos Culturais” será ministrada pela professora Ana Flávia Macedo, em 45h/aula, na Sede da Banda. A atividade é gratuita.

Acompanhe a programação do final de semana

Teatro, dança e oficina de arte-educação voltada para o público infantil estão entre as atrações do Trem das Artes para Sarzedo nos dias 31 de outubro e 1 de novembro.

As atividades começam no sábado (31/10), às 20h, com a apresentação do grupo local “Raízes da Rua”. Às 20h30, sobe ao palco o grupo Corpo Cidadão, com o espetáculo “Consumidor Loko”. Braço social do renomado Grupo Corpo, a companhia apresenta montagem que aborda o consumismo, tema das oficinas de arte-educação do projeto Corpo Cidadão, que foram realizadas em parceria com o Sambalelê em 2008, ano que a ONG comemorou 10 anos de atividades.

A direção artística de “Consumidor Loko” é de Fernando de Castro e algumas coreografias são assinadas por Rodrigo Pederneiras (coreógrafo do Grupo Corpo). As estamparias e os figurinos foram concebidos pelos jovens do Programa de Profissionalização do Corpo Cidadão com o apoio dos profissionais do Curso de Design e Moda da Universidade Fumec. A trilha sonora, assinada pelos educadores e alunos do projeto, teve direção de Fred Jamaica.

Já no domingo (01/11), a programação inicia-se às 9h, com a oficina para crianças Berimbalança. Coordenada pelo professor de educação física Freddy Freiha, a atividade mistura técnicas da capoeira e do circo estimulando o desenvolvimento da criança em cinco pilares estruturais: motor, afetivo, social, cultural e cognitivo. Na oficina, músicas infantis cantadas na escola são transportadas para o universo da capoeira.

Logo depois a atração infantil “Rúbia: brincando e contando histórias” encerra às 11h, a passagem do Trem das Artes por Sarzedo. O espetáculo, apresentado pela animadora, educadora e contadora de histórias Rúbia Mesquita, promete transportar crianças e adultos para um mundo mágico. Atividades lúdicas, dinâmicas e cantigas fazem parte da peça dirigida por Renata Mesquita e Fernanda Andrade. A apresentadora também abordará o tema da segurança nas linhas do trem. Durante uma conversa divertida e educativa com um maquinista da MRS ela vai falar sobre a importância da ferrovia, informando e conscientizando as crianças com relação aos perigos que a linha de trem representa e sua essencial função como meio de transporte.

O Trem das Artes é uma realização do Instituto Artivisão com o patrocínio da MRS Logística, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Serviço
Trem das Artes
Data: 8 de setembro a 29 de novembro
Sarzedo: 21 de outubro a 01 de novembro
Cidades: Conselheiro Lafaiete (MG), Bom Jardim de Minas (MG), Entre Rios de Minas (MG), Pinheiral (RJ), Paraíba do Sul (RJ), Sarzedo (MG), Brumadinho (MG) e Itaguaí (RJ)

programação Gratuita

Realização
Instituto Artivisão

Patrocínio
MRS Logística
Fontes para entrevista:
Patrícia Lamego – Coordenadora Geral do Projeto Trem das Artes
Contatos: (31) 3241-5880 ou (31) 9217-4812
Carmem Maron – Assessora de Comunicação Empresarial da MRS
Contatos: (32) 3239-3604 ou (32) 8427-1158

Assessoria de Imprensa:
Sinal de Fumaça – A comunicação original
Sérgio Stockler (31) 9143-1001
Pollyanna Alcântara (31) 9752-4058
Telefones: (31)3264-4404
E-mail:
pollyanna@sinaldefumaca.com.br

ICMS para AF e Cartilha Merenda Escolar

Foi assinado o Protocolo de intenções (n° 4.44). Trata-se de um protocolo que institui a redução do ICMS na comercialização de produtos da agricultura familiar em MG.
Esse beneficiio pode ser auferido por cooperativas e associações de agricultores familiares. Para tanto, é necessário preencher e assinar o termo de adesão e a ficha com os dados da organização.

Para maiores informações sobre o protocolo acessem :
http://www.agricultura.mg.gov.br

Notícia do site da SEAPA (secretaria de agricultura do Estado):

15/10/2009) A comercialização de produtos da agricultura familiar, em Minas Gerais, agora tem tratamento tributário especial. De acordo com Protocolo de Intenções assinado pelo governador Aécio Neves, e que será publicado no “Minas Gerais” desta quinta-feira (15/10), a desoneração será de 61,11% quando a operação for tributada com alíquota de 18%. Já no caso de tributação com alíquota de 12%, a desoneração será de 31,66%. O imposto será recolhido mediante a aplicação de crédito presumido resultando em carga tributária efetiva de 3%.
O protocolo tem a participação da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) e sua vinculada Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), Secretaria de Estado de Fazenda (SEF).

A desoneração alcança todos os produtos da agricultura familiar desde que comercializados por meio de cooperativa ou associação de produtores que possuam Inscrição Coletiva no Cadastro de Contribuintes do ICMS. Para terem direito ao regime especial, as entidades farão a adesão nas administrações fazendárias dos seus respectivos municípios.

De acordo com o protocolo, uma das obrigações das entidades responsáveis pela comercialização dos produtos é manter a quantidade mínima de associados determinada pela legislação. Além disso, devem promover programas dirigidos à melhoria da qualidade e segurança alimentar dos produtos dos associados.

Outra exigência é que as associações ou cooperativas incentivem a manutenção das peculiaridades dos produtos ofertados, ressaltando as características regionais, sociais e culturais do povo mineiro, como: queijos, goiabada cascão, biscoitos e bolos, compotas e doces de frutas, farinhas, rapadura, torresmo e outros.

O protocolo ainda estabelece que as entidades devem possibilitar aos produtores a realização de compras conjuntas de insumos e equipamentos necessários a uma produção diferenciada, com agregação de valor e como forma de obter ganhos no volume e regularidade da produção. Além disso, elas devem promover a expansão de mercados e facilitar o acesso de linhas de crédito e às novas tecnologias para os agricultores familiares seus associados.

Para o superintendente de Segurança Alimentar e Apoio à Agricultura Familiar da Secretaria da Agricultura, Lucas Scarascia, o protocolo de intenções é um importante estímulo à organização da produção. “Sabemos que o papel desempenhado pelas associações e cooperativas de produtores da agricultura familiar é fundamental para facilitar a formalização da comercialização, favorecendo a abertura de novos mercados e o consequente incremento de trabalho e renda aos produtores organizados”, finaliza.

Alair Ferreira de Freitas
Mestrando em Extensão Rural
Bacharel em Gestão de Cooperativas
Universidade Federal de Viçosa - MG
Contatos: (31) 3891-7103 ou (31) 8662-0939

Aumenta a onda de refugiados ambientais

Aumenta a onda de refugiados ambientais

Por Lester Brown*

Washington, 23/10/2009 – A civilização do início do século XXI está encurralada entre o avanço dos desertos e a elevação do nível do mar. Se considerarmos a superfície de terras biologicamente produtivas habitáveis por comunidades humanas, a Terra está encolhendo. O aumento da densidade demográfica, antes causada apenas pelo crescimento da população, agora também é alimentado pelo implacável avanço dos desertos, e logo poderá ser afetado pelo aumento previsto do nível do mar. Na medida em que a extração excessiva esgota as reservas aquíferas, milhões mais se veem forçados a se reassentar em busca de água.

A expansão do deserto na África subsaariana, principalmente nos países do Sahel, causa o deslocamento de milhões de pessoas, obrigando-as a seguirem para o sul ou emigrarem para a África do norte. Já em 2006, uma conferência da Organização das Nações Unidas sobre desertificação realizada em Túnis estimou que para 2020 até 60 milhões de pessoas poderão emigrar da África subsaariana para a África setentrional e a Europa. Este fluxo está em curso há muitos anos.

Em meados de outubro de 2003, as autoridades da Itália descobriram um barco que se dirigia a esse país transportando refugiados procedentes da África. A embarcação esteve à deriva mais de duas semanas, ficou sem combustível, alimentos e água. Muitos dos passageiros morreram. No começo, os cadáveres foram jogados na água. Mas, após algum tempo, os sobreviventes ficaram sem forças para levantar os corpos. Deste modo, vivos e mortos compartilharam o bote. Um socorrista descreveu o que viu como “uma cena do inferno de Dante” Alighieri.

Acredita-se que os refugiados eram somalianos embarcados na Líbia. Mas os sobreviventes não revelaram seu país de origem para não serem enviados de volta. Ignora-se se eram refugiados políticos, econômicos ou ambientais. Estados falidos como a Somália expulsão sua população por causa desses três fatores. Ali há um desastre ecológico, com excesso de população, excesso de pastoreio e, como consequência, uma desertificação que destrói sua economia pastoril. Talvez o maior fluxo de emigrantes somalianos se dirija para o Iêmen, outro Estado falido. Estima-se que em2008 foram 50 mil os migrantes e solicitantes de asilo que chegaram a esse país, 70% mais do que em 2007.

E durante os primeiros três meses de 2009, o fluxo migratório foi até 30% superior ao de igual período do ano passado. Estes números simplesmente se somam às pressões já insustentáveis sobre a terra e os recursos hídricos do Iêmen, acelerando seu declive. No dia 30 de abril de 2006, um homem que pescava nas águas de Barbados descobriu um bote à deriva com os cadáveres de 11 homens jovens “Praticamente mumificados” pelo sol e pelo sal do oceano Atlântico.

Ao aproximar-se o fim, um passageiro deixou um bilhete entre os corpos: “Gostaria de enviar dinheiro para minha família em Basada (Senegal). Por favor, me perdoem e adeus”. Aparentemente, seu autor integrava um grupo de 52 pessoas que partiram desse país africano às vésperas do Natal em um bote com destino às ilhas Canárias, ponto usado como trampolim para a Europa. Devem ter viajado cerca de 3.200 quilômetros. A travessia terminou no mar do Caribe. Este barco não foi o único, durante o primeiro fim de semana de setembro de 2006, a polícia interceptou botes da Mauritânia com quase 1.200 pessoas a bordo.

Para muitos moradores de países da América Central, incluídos Honduras, Guatemala, Nicarágua e El Salvador, o México costuma ser a porta de entrada para os Estados Unidos. Em 2008, as autoridades mexicanas de imigração registraram 39 mil detenções e 89 mil deportações. Na cidade de Tapachula, na fronteira entre Guatemala e México, homens jovens em busca de trabalho esperam ao longo das vias férreas um lento trem de carga que atravessa a cidade em sua rota para o norte. Alguns conseguem subir, outros não.

O abrigo Jesús, o Bom Pastor abriga 25 amputados que perderam o equilíbrio e caíram sob um trem quando tentavam abordá-lo. Para esses jovens, “este é o fim de seu sonho americano”, disse a diretora do abrigo, Olga Sánchez Martinez. Outra voluntária dessa instituição, Flor Maria Rigoni, qualificou os emigrantes que tentam subir nos três de “kamikazes da pobreza”. Hoje é comum encontrar cadáveres nos litorais de Itália, Espanha e Turquia. São cadáveres de migrantes desesperados.

A cada dia, muitos mexicanos arriscam a vida no deserto do Arizona, tentando conseguir trabalho nos Estados Unidos. Em média, cerca de cem mil, ou mais, abandonam anualmente suas áreas rurais, onde aram terras muito pequenas ou muito afetadas pela erosão para que possam obter seu sustento. Dirigem-se a cidades mexicanas ou tentam cruzar ilegalmente a fronteira para os Estados Unidos. Muitos dos que tentam atravessar o deserto do Arizona morrem sob o sol abrasador. Desde 2001, a cada ano são encontrados, em média, 200 cadáveres ao longo da fronteira do Estado do Arizona.

Com a vasta maioria dos 2,4 bilhões de pessoas que se somarão ao mundo até 2050 nascendo em países onde os lençóis freáticos já estão diminuindo, é provável que os refugiados hídricos se tornem um fenômeno comum. Serão encontrados mais comumente em regiões áridas e semi-áridas, cuja população esgota o fornecimento de água e afunda na pobreza hidrológica. As aldeias do noroeste da Índia são abandonadas na medida em que esses lençóis de água se esgotam e a população já não tem como se abastecer. Milhões de moradores do norte e do ocidente da China e de certas áreas do México podem ter de se deslocar devido à falta desse líquido.

O avanço dos desertos encurrala as populações em expansão em uma área geográfica menor do que nunca. Nos anos 30, as tempestades de areia deslocaram três milhões de pessoas nos Estados Unidos. Agora, o deserto que avança nas províncias chinesas afetadas por um fenômeno semelhante pode expulsar dezenas de milhões. A África também sofre este problema. O deserto do Saara empurra as populações de Marrocos, Túnis e Argélia para o norte, em direção ao mar Mediterrâneo. Em um esforço desesperado para adaptar a agricultura à seca e à desertificação, o Marrocos reestrutura o setor com base em estudos geográficos, substituindo os cultivos de cereais por vinhas e hortas que usam menos água.

No Irã, as aldeias despovoadas por culpa do avanço dos desertos ou pela falta de água já são milhares. Nas proximidades de Damavand, pequeno povoado a uma hora de carro de Teerã, 88 aldeias foram abandonadas. E na medida em que o deserto se apodera do território da Nigéria, os produtores agropecuários se veem obrigados a se mudar, apertados em uma área cada vez menor de terra produtiva. Os refugiados devido à desertificação costumam acabar em cidades, e muitos em assentamentos ilegais. Outros emigram.

Na América Latina, os desertos se expandem e obrigam as pessoas a se instalar no Brasil e no México. O fenômeno no Brasil afeta 66 milhões de hectares de terras, em boa parte concentradas no noroeste do país. No México, com uma cota muito maior de terras áridas e semi-áridas, a degradação da terra agrícola agora se estende a 59 milhões de hectares. A expansão do deserto e a escassez de água causam o deslocamento de milhões de pessoas, mas a elevação dos mares promete expulsar muitas mais no futuro, devido à concentração da população mundial em cidades costeiras e em deltas de rios onde se cultiva arroz.

Os números podem chegar a centenas de milhões, oferecendo outra poderosa razão para estabilizar tanto o clima quanto a população. No final, a dúvida que desperta a elevação do nível do mar é se os governos são suficientemente fortes para suportar a pressão política e econômica de reassentar contingentes de população na medida em que os países sofrem fortes perdas de casas e fábricas no litoral. A opção parece simples: reverter estes problemas ou deixar-se superar por eles. IPS/Envolverde

* Lester R. Brown é fundador do Earth Policy Institute. Este artigo é uma adaptação do Capitulo 2 de seu livro “Plan B 4.0: Mobilizing to save civilization” (Plano B 4.0: Mobilizando-se para salvar a civilização), Nova York: W.W. Norton & Company 2009, desnível no site
www.earthpolicy.org/index.php?/books/pb

(Envolverde/IPS)

I Encontro da Rede Metropolitana de Banco de Alimentos

Rede de Banco de Alimentos da Região Metropolitana de BH

Clique na imagem

Convite – Fórum CAVIV/ CMDH

OF. CMDH/EXTER- 180/2009

Belo Horizonte, 21 de outubro de 2009.

Ref. Convite – Fórum CAVIV/ CMDH

Prezado (a) Senhor (a),

A Secretaria Municipal Adjunta de Direitos de Cidadania, por meio da Coordenadoria de Direitos Humanos, convida a V.Sa. para participar do Fórum do Centro de Apoio às Vítimas de Violência – CAVIV/CMDH, a realizar-se no dia 28 de outubro (Quarta-feira), às 14hs, no auditório da Secretaria Municipal de Políticas Sociais, Rua Espírito Santo, 505 – 18ª andar, Centro.

TEMA: “OS 21 ANOS DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL: INTERFACE COM OS DIREITOS HUMANOS E A CIDADANIA”

Palestrantes:

Rodolfo Viana Pereira

Doutor em Ciências Jurídico-Políticas pela Universidade de Coimbra, Mestre em Direito Constitucional pela UFMG, Especialista em Direito Eleitoral pela Universidade de Paris II. Professor do Curso de Direito e Coordenador de Cursos de Especialização da PUC Minas. Coordenador da Faculdade Metropolitana de Belo Horizonte, e Coordenador do Núcleo de Direito Eleitoral da Escola Superior da OAB/MG. Autor dos livros: “Direito Constitucional Democrático: controle e participação como elementos fundantes e garantidores da constitucionalidade - 2008 e Hermenêutica Filosófica e Constitucional – 2001”.

Gustavo Corgosinho Alves de Meira

Defensor Público de Classe Especial e Coordenador do Núcleo de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais. Membro Titular do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humano (CONEDH) e Conselheiro do PROVITA/MG. Membro Titular da Comissão Especial de Indenização às Vítimas de Tortura e da Comissão permanente de investigação procedimento administrativo de violação dos direitos humanos do CONEDH. Autor do livro: “Defensoria Pública - Princípios Institucionais e Regime Jurídico” – 2009.

Programação:

- Mesa de abertura
- Palestra
- Intervalo para café
- Debate
- Encerramento.

Contamos com sua presença.

Daniel Nepomuceno
Coordenador de Direitos Humanos

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Core/MG desenvolve ações educativas em comunidade quilombola

Core/MG desenvolve ações educativas em comunidade quilombola

''A Educação em Saúde e Mobilização Social como estratégia para a segurança alimentar e nutricional sustentável dos Quilombolas de Buriti do Meio no município São Francisco – MG''. Este é o tema do evento promovido hoje (22), pela Coordenação Regional da Funasa em Minas Gerais (Core/MG), Conselho de Segurança Alimentar Nutricional Sustentável de Minas Gerais (Consea), Prefeitura Municipal de São Francisco e Associação Comunitária de Buriti do Meio.

Mais de 350 pessoas participam do encontro que acontece na sede da Associação Comunitária de Buriti do Meio e tem por objetivo desenvolver ações intersetoriais e interinstitucionais de vigilância em saúde, saúde ambiental e controle social na comunidade quilombola de Buriti do Meio. Os técnicos da Core-MG avaliam as ações de intervenção priorizadas na Oficina de Educação em Saúde e Mobilização Social realizada em 2005, apresentam o diagnóstico socioeconômico, social e nutricional entre 2008/2009.

Presentes na abertura do evento estavam o prefeito de São Francisco, José Antonio da Rocha Lima; a secretária municipal de Saúde, Isabella Almeida Cardoso; a técnica de Educação em Saúde, Nadir Valeriano, representando o Coordenador Regional da Funasa; o representante do Consea/MG, Gildázio Santos; a coordenadora da Comissão Regional de Segurança Alimentar, Maria das Dores Almeida; representantes da GRS de Januária, David, José Almeida e Izabel, o presidente da Cooperativa Grande Sertão e o presidente da Associação Comunitária, Paulo Pereira Souza, além dos técnicos da Educação em saúde Cores-MG, Joaquim Francisco Lima, Roberto Carlos da Silva e Ana de Oliveira Guedes.

O prefeito Antonio da Rocha Lima enfatizou, em seu discurso de abertura, que as conquistas que Buriti do Meio obteve após o surgimento da presença da Funasa foram de extrema importância para o município. Na oportunidade, o prefeito reiterou os agradecimentos a toda equipe da Core/MG presente no evento pelo empenho e dedicação ao longo dos quatro anos de projeto com os quilombolas. Outro agradecimento feito à Funasa foi o do presidente da Associação, Paulo Pereira Souza. Ele destacou a importância do trabalho de educação em saúde executado na comunidade.

As finalidades do evento são discutir as possíveis ações de intervenção respeitando a cultura local, objetivando sensibilizar as autoridades, trabalhadores em saúde e lideranças; e a importância da ação coletiva e integrada para impactar a insegurança alimentar e nutricional dos quilombolas. E, a partir daí, fortalecer a implantação da política estadual e local de alimentação e nutrição no serviço de saúde, escola e em outros espaços públicos e privados.

Publicado em 22/10/2009 às 17:34 hs.

Gruppo Amarcord – Cia Italiana de Teatro e Ópera

Gruppo Amarcord – Cia Italiana de Teatro e Ópera

Un´opera da due soldi - (Um elixir por dois tostões)
05/11/2009 – Teatro Alterosa – Belo Horizonte– 20h – Entrada Franca
14/11/2009 – Teatro Fund. Cultural Carlos Drummond de Andrade – Itabira– 20h – Entrada Franca


Em novembro o Grupo Amarcord – Cia. Italiana de Teatro e Ópera fará duas apresentações em Minas Gerais do espetáculo Un´opera da due soldi, com entrada franca.

Un´opera da due soldi (Um elixir por dois tostões), é uma adaptação livre da célebre ópera “O Elixir do Amor”, de Gaetano Donizetti. A estória tem início com um comerciante bom de bico, que tenta vender um elixir que promete curar todos os males e realizar os sonhos de quem consumir o líquido milagroso. Depois de beber a poção, os personagens se transformam e tentam, de algum modo, se tornar o protagonista absoluto no palco. Este espetáculo já foi apresentado em Valência (Espanha), Montevidéu (Uruguai), Nova Iorque, Miami, Long Island, Londres, Nagoya (Japão), Seul (Coréia do Sul) e em vários teatros de toda a Europa.

Com um emocionante encontro entre o clássico e o moderno, o Grupo Amarcord faz da ópera uma experiência dinâmica com a fusão, ao mesmo tempo, da comédia e do melodrama. O grupo italiano construiu uma nova linguagem através da qual ‘comunica a música’. Tal linguagem trabalha no nível da produção musical, organização e interpretação em cena, com uma diferente e moderna leitura dos ‘libretos’.

Nasce, assim, o ‘Cabaret Lírico’ ou ‘Ópera Comédia’, com a seleção de algumas das mais conhecidas árias de óperas e canções tradicionais da Itália, descontextualizadas, em um formato diferente, com direção e cenário originais. Os espetáculos da vasta produção do Grupo Amarcord levam para o palco, valendo-se da contaminação musical, um mundo clássico mas sem tempo determinado, com uma linguagem musical diferente e inovadora que tem um único objetivo: emocionar os espectadores.


Profissionalismo e versatilidade são aspectos-chave do Grupo Amarcord que, desde sua fundação no ano 2000, encontrou enorme sucesso de público e crítica na Itália e de modo particular em países como Espanha, França, Portugal, Bélgica, Áustria, Inglaterra, Noruega, Republica Tcheca, Hungria, Rússia, Estados Unidos, Brasil, Uruguai, Argentina, Costa Rica, Honduras, Japão, Coréia do Sul e China. Além destas produções com perfil de comédia e melodrama, o Grupo Amarcord também desenvolve uma intensa atividade de produções originais, entre elas os musicais Noite de Natal (espetáculo apresentado em 2007 em Mariana e Belo Horizonte, quando foi gravado pela Rede Minas de Televisão, indo ao ar como especial de Natal da emissora em dezembro de 2007) e Francisco – O Homem de Deus , espetáculo que conta a história da conversão de São Francisco de Assis à vida religiosa, que teve sua estreia em 2008 na cidade de Assis, na Itália, e deve ser apresentado em 2010 em Belo Horizonte.

O Grupo Amarcord, que já fez apresentações exclusivas no Vaticano para os Papas João Paulo II e Bento XVI, é formado por jovens integrantes:

Claudio Mattioli – diretor do espetáculo - barítono / Massimiliano Barbolini – tenor /Bárbara Zanasi – atriz / Denis Biancucci – piano / Gentjan Luckaci – violino.

No programa músicas de Brahms, Nino Rota, Curtis, Rossini, Cottrau, Mascagni, Nicolucci, Giannarelli, Carlos Gonzales, Artegiani, Modugno, entre outros.

Serviço:
Assessoria de Imprensa/ Produção: Raquel Mendes – (31) 3224 2304
Un´opera da due soldi – com Grupo Amarcord
Data: 05/11/2009 – 20h - Teatro Alterosa – Av. Assis Chateaubriand, 499 – Floresta - Belo Horizonte – Entrada Franca - Os ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro 1h antes do início do espetáculo. Informações: 3224 2304 / 3226 3088
Data: 14/11/2009 – Teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade – 20h - Av. Carlos Drummond de Andrade, 666 – Centro – Itabira – MG - Entrada Franca. Os ingressos podem ser retirados na bilheteria do Teatro a partir de 03/11/2009, em troca da doação de um livro infantil. Informações: (31) 3835 2102 – Ramais 18 / 20 ou 30

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Boletín Informativo N°12 - Núcleo de Capacitación en Políticas Públicas

Boletín Informativo N°12 - Núcleo de Capacitación en Políticas Públicas

Núcleo de Capacitación en Políticas Públicas
Boletín Informativo Nº12 - Octubre 2009
Diplomado en Derechos Económicos, Sociales y Culturales (DESC) de los Pueblos Indígenas y Derecho a la Alimentación

Estimad@ Sr/Sra

Hemos recibido la información adjunta referente al Diplomado en Derechos Económicos, Sociales y Culturales (DESC) de los Pueblos Indígenas y Derecho a la Alimentación, organizado por la Fundación Henry Dunant y la Iniciativa America Latina y Caribe Sin Hambre, con apoyo de FAO, la cual consideramos que podría ser de su interés.

Descargar Folleto

Sin otro particular, reciba un cordial saludo.
Más Información

Más información:
Fundación Henry Dunant
http://www.fundacionhenrydunant.org

Otros Sitios de Interés:
Núcleo de Capacitación en Políticas Públicas:
http://www.rlc.fao.org/nucleo

Iniciativa América Latina y Caribe Sin Hambre (ALCSH)
http://www.rlc.fao.org/iniciativa

Oficina Regional de la FAO para América Latina y el Caribe
http://www.rlc.fao.org
FAO Núcleo de Capacitación en Políticas Públicas aecid
© 2009. FAO - Núcleo de Capacitación en Políticas Públicas
Av. Dag Hammarskjold 3241, Vitacura - Santiago de Chile
Teléfono: 923 21 58 - Fax: 923 22 42

Cronograma e Informativo da Igualdade Racial

Processo Seletivo para Casa de Semiliberdade

Processo Seletivo para Casa de Semiliberdade

A AAJUD – Associação de Assistência Judiciária, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, informa que estará recebendo currículos objetivando a seleção de profissionais com nível superior completo, devidamente registrados nos respectivos conselhos (quando houver), nas áreas de Psicologia, Assistência Social, Pedagogia e Direito, para desenvolverem funções afins na execução de medida Socioeducativa de Semiliberdade na Cidade de Belo Horizonte - Estado de Minas Gerais.

1 - Informação Preliminar:

Data para envio de currículos: de 13 a 23 de outubro

2 – Critério de Seleção:

O processo de seleção constará de duas etapas:
1ª- fase – Exame de currículos (caráter eliminatório).
2ª- fase – Entrevista (caráter eliminatório / classificatório).

3 – Informações Gerais:

A AAJUD estará recebendo os currículos a partir das 00h00min do dia 13 de outubro até as 23h59min horas do dia 23 de outubro de 2009.

Os profissionais interessados deverão acessar o site www.aajud.org.br, onde estará disponível, no ícone “Processo Seletivo 2009”, os endereços eletrônicos específicos para a recepção dos currículos.

Os aprovados na 1ª fase serão comunicados por correio eletrônico no dia 03/11/09.

As entrevistas ocorrerão entre os dias 04 e 13 de novembro de 2009.

Para maiores informações acerca da Política Estadual de Semiliberdade e do funcionamento interno das unidades, disponibilizamos, no endereço eletrônico acima mencionado, o Regimento Único das Unidades de Execução da Medida Socioeducativa de Semiliberdade e texto acerca da Política vigente no Estado de Minas Gerais.

Os aprovados e classificados na 2ª fase serão informados no dia 20 de novembro, via correio eletrônico.

A contratação obedecerá ao cronograma do projeto.

A jornada de trabalho será de 30 horas, o salário é de R$1.400,00 (Um mil e quatrocentos reais), mais a verba de vale transporte de R$200,00 (duzentos reais), com regime de CLT.

Belo Horizonte, 13 de outubro de 2009.

Associação de Assistência Judiciária – AAJUD.

Stanley Ramos Gusman - Presidente

Cineclube SABOTAGE


Olá!

Você é nosso convidado para o lançamento do Cineclube SABOTAGE, uma ação da Oficina de Imagens e do Centro de Referência Hip Hop Brasil que participam do Programa Mais Cultura do Ministério da Cultura / Governo Federal.

Dia 22/10, quinta-feira, das 19h às 21h
Espaço Cultural Planetários
Rua Antão Gonçalves, 204 - Taquaril
Próximo à Praça Che Guevara
Ônibus: 9803 / 9412 / 901 / 90

Sessão comentada do documentário SABOTAGE, dirigido por Ivan Vale Ferreira, Tiago Bambini e Pedro Caldas, da 13 Produções.

Abertura com os vídeo-clipes "Moro numa favela", de Tomás Amaral e Ice Band e "Pra Maloca Pirá" do Coletivo Nospegaefaz

Debate com Daniel Fagundes, no Núcleo de Comunicação Alternativa / SP e Maurício PC, diretor do filme "BH tem Hip Hop"

Neste dia, também haverá a Cerimônia de Abertura do Centro de Referência Hip Hop Brasil, entidade sem fins lucrativos, de caráter cultural, de incentivo e promoção da arte produzida na periferia.

Cineclube Sabotage
Espaço educativo, dedicado à exibição de filmes nacionais seguidos por debates, o cine pretende fomentar discussão em torno de temas como Direitos Humanos, Diversidade Cultural e Cidadania, entre outros, e contribuir para a formação da platéia interessada também pela produção não-comercial. Entre os objetivos do projeto também está a democratização do acesso à produção cinematográfica e audiovisual brasileira. As sessões serão realizadas todas as quintas-feiras, das 19h às 21h.

Parcerias
Oficina de Imagens - Comunicação e Educação (projeto Comunic@ Escola!)
Centro de Referência Hip Hop Brasil
Instituto Pauline Reichstul, Espaço Cultural Planetários
FEPA - Fórum de Experiências Populares em Audiovisual
Fundo das Nações Unidas para a Infância - UNICEF & British Telecom
Mais Cultura / Ministério da Cultura / Governo Federal

Informações - cinesabotage@gmail.com
8442-5686 (Blitz, Centro de Referência Hip Hop Brasil)
3465-6800 / 9826-3033 (Paula Kimo, Oficina de Imagens)

A Varginha que temos e a Varginha que queremos


Clique na imagem

Como ficam a educação e a juventude com a web 2.0

Como ficam a educação e a juventude com a web 2.0?

O tema será destaque na palestra gratuita do Estação Pátio Savassi deste sábado, dia 24 de outubro.

Para analisar as mudanças de comportamento na educação juvenil, provocadas pelas novas ferramentas de informação e comunicação, o projeto Estação Pátio Savassi recebe o designer de informação, Leonardo Oliveira. Ele vai ministrar a palestra ‘Os jovens, a educação, a internet e as novas tecnologias’, neste sábado, 24 de outubro, a partir de 11h, no anfiteatro (L2) do Pátio Savassi. A entrada é franca.

“A nova geração tem uma enorme facilidade de conhecimento e utilização das novas tecnologias, porque participou do início da era da informática. Os jovens atuam no mundo de hoje mediado pela telemática e são protagonistas na consolidação da sociedade da informação”, destaca Leonardo Oliveira. Ele participou do Projeto “Ações educativas integradas – uma escola para e com a juventude”, organizado pela Secretaria Municipal de Educação, onde ministrou a disciplina ‘Tecnologia da Informação na Escola e Novas Linguagens Juvenis’. Todos estes temas serão abordados em sua palestra.

Sobre Leonardo Oliveira

Designer de informação e coordenador da Incubadora de Projetos da Escola de Design da UEMG. Desde 2008 atua como professor da disciplina ‘Informatização e Juventude’, do Projeto “Qualificação de Jovens em Conservação Museu de Artes e Ofícios”. Entre 2000 e 2005, coordenou as oficinas do Projeto “Guernica Digital”, da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte.

O ‘Estação Pátio Savassi’, que em outubro analisa o tema ‘Quero saber sobre Internet: política, ciência e educação’, é um projeto do Shopping Pátio Savassi, com coordenação da Estação do Saber e curadoria de Júlia Andrade Ramalho Pinto. O objetivo é promover conversações sobre assuntos do mundo contemporâneo, com presença de intelectuais, escritores e renomados especialistas.

Rede social

O público pode acompanhar as palestras pelo Twitter (
www.twitter.com/arpjulia), onde são postadas frases e comentários ao vivo. Quem quiser ampliar o tema discutido pode participar do fórum no site: www.estacaodosaber.art.br. Nestes ambientes, o objetivo é formar redes sociais que discutam temas relativos à cultura.

Agenda:
Estação Pátio Savassi – ‘Os jovens, a educação, a internet e as novas tecnologias’
Data: 24 de outubro de 2009, sábado // Horário: 11h
Local: Anfiteatro do Pátio Savassi / Piso L2 - Av. do Contorno, 6061 Savassi – Belo Horizonte – MG
SAC Pátio Savassi:
(31) 3263-8500
Entrada Franca

Informações para a imprensa:

Estação do Saber: Ampla Soluções em Comunicação
Liège Camargos – (31) 3225-1116/3221-9241/8899-0353
ampla@amplacomunicacao.com.br
www.twitter.com/amplacom

Pátio Savassi: Hipertexto Consultoria e Assessoria de Imprensa
Tel: 31.3227.4566 / 3223.5137 / 9404.0102 / 9404.0123
Jornalista responsável: Cilene Impelizieri
hipertexto@hipertextoweb.com.br
www.twitter.com/hipertextoweb

Liberdade Vem e Canta e Saúda esse novo Sol que vem

A equipe Arede Educar solidariza com a família e Amigos de Zé Martins, Liberdade vem e canta e saúda esse novo sol que vem, canta com alegria escondido o amor que no peito tem, mira esse lugar espaço aberto para te acolher.

As CEBs estão de luto pela morte de Zé Martins

Fomos surpreendidos pela morte inesperada do amigo das CEBs, cantor e compositor Zé Martins, ocorrida dia 16 de outubro em sua cidade de Pouso Alegre. Unidos a dor de seus familiares rogamos a Deus que sua morte seja uma semente que faça florescer cada vez mais a fraternidade, a comunhão e a participação que tanto apregoou em suas musicas.

Homem de esperança e de entusiasmo contagiante, Zé Martins continuará vivo e presente entre nós, inundando de luz a nossa vida através de suas músicas que tanto significado deu a sua existência:

“Eu sou teu povo, vou cantar o amor, vencer toda a dor, eu sei que vou”.

“Pelo seu reino me apaixonei, agora eu sei contigo vou ficar”.

“É tempo de ser profeta, levar nosso povo à vida”.

“Senhor, queremos amar-te até o fim”.

“O pão repartido faz a gente ser comunidade, nos aponta o caminho do amor, e da vida vivida em fraternidade”.

“Sou artista, pinto a vida, trago toda minha cor, pra pintar os nossos sonhos de um mundo com amor”

“Liberdade, és o grande sentido de uma vida pronta para morrer”.

“Venha junto sonhar o desejo de que a vida não tenha mais fim”.

Dom Moacyr Grechi

Arcebispo de Porto Velho

Amigos e companheiros de caminhada das CEBs da Arquidiocese de Porto Velho e do Secretariado do 12º. Intereclesial das CEBs rumo ao 13º.
12º Intereclesial das CEBs
Tema: "CEBs Ecologia e Missão"
Lema: "Do Ventre da Terra
O Grito que vem da Amazônia"

Secretaria do 12º Intereclesial
Fone: 069 3229 8192

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Ponto de Cultura dos Portadores de Talentos e Eficiências Especiais

Convite
O Grupo Artístico Cultural Quatro Crescente, tem o prazer de convidar para o 1º Encontro dos Parceiros que acontecerá no Auditório da APAE – Rua Cristal, 78 - bairro Santa Tereza na cidade de Belo Horizonte em 19 de outubro das 15 as 17:30 horas.
Nosso objetivo é apresentar o projeto do Ponto de Cultura dos Portadores de Talentos Especiais as instituições, aos profissionais e aos organismos interessados em firmar acordos e ações estratégicas que facilitem a execução do referido projeto aprovado no
Edital de Seleção para Implementação de Pontos de Cultura no estado de Minas Gerais, nº 1, de19 de Dezembro de 2008.
Nosso desafio é ativar a solidariedade e efetivar a inserção das pessoas com deficiência nas políticas públicas culturais para que simultaneamente, toda sociedade possa apropriar, interagir e desfrutar das conquistas em prol do desenvolvimento humano.
Estejam à vontade em estender o convite para outras instituições que trabalham com este objetivo comum, teremos satisfação em recebê-los.

Outras Informações:
Raimundo Anacleto 31-98686383
José Guilherme Castro 31- 9812 3338
Ponto de Cultura dos Portadores de Talentos e Eficiências Especiais

Boletim Guatá - Outubro 2009 - 3

Convite Especial - Organizações do Terceiro Setor

Organizações do Terceiro Setor,

Precisando de Recursos Financeiros para sua Instituição ou ONG?
Mais não sabe como conseguir?
Participe do maior Evento de Captação de Recursos de 2009.

São Paulo sediará o 5º Congresso Hemisférico de Captação de Recursos

Realizado pela primeira vez no Brasil, o evento terá, dentre os preletores, o profissional responsável pela captação de recursos na vitoriosa campanha eleitoral de Barack Obama- Steve Hildebrand

Faculdades Integradas Rio Branco e Association of Fundraising Professionals realizam este congresso no Brasil. O evento trará palestrantes de renomadas instituições dos EUA, Europa, América Latina e Brasil, que compartilharão as melhores práticas de Captação de Recursos em novembro de 2009.
Inscrições abertas: www.fundraising.com.br

Tradicionalmente realizado no México, o Congresso Hemisférico de Captação de Recursos da América Latina, em sua 5ª edição, será realizado entre os dias 6 e 8 de novembro de 2009, no auditório da Fundação de Rotarianos de São Paulo, na Avenida Higienópolis, 996, na capital paulista. O evento é promovido pelas faculdades Integradas Rio Branco e a Association of Fundraising Professionals, maior e mais reconhecida organização mundial nessa área, com sede em Arlington, Estados Unidos.
O objetivo principal do congresso é conhecer e aprender com as experiências bem sucedidas em captação de recursos nos Estados Unidos, América Latina, Europa e Brasil, e identificar os principais problemas que afetam a dinâmica da cultura de doação no Brasil e na América Latina. O congresso também proporcionará a possibilidade de se estabelecer relacionamentos e trabalho em rede (network) com instituições, associações e organizações, trocando informações sobre estratégias, conhecimentos e experiências relacionadas à captação de recursos.

Experiências bem-sucedidas

Dentre os temas a serem discutidos, estarão: a apresentação de experiências bemsucedidas na captação de recursos, como a da campanha eleitoral do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que será apresentada por um de seus desenvolvedores o deputy manager Steve Hildebrand (captação de recursos por meio da Internet e novas mídias), um dos preletores do evento; estratégias inovadoras e vitoriosas de organizações líderes em seus segmentos; desenvolvimento de uma cultura de doações nas organizações; estabelecimento de estrutura de desenvolvimento da captação de recursos; incentivo ao lançamento de projetos e ações de desenvolvimento para a captação de recursos por meio de relacionamentos com doadores potenciais.
Espera-se a presença de 400 participantes e líderes de diversos setores, como
educação, saúde, cultura e ONGs, do Brasil e exterior. Custódio Pereira, diretor-geral das Faculdades Integradas Rio Branco, especialista em Captação de Recursos e membro do “International Programs Task Force” da AFP – Association of Fundraising Professionals, é o responsável pelo evento no País. Mais informações (adesões, palestrantes, agenda etc.) no site
www.fundraising.com.br

Parceria

A parceria entre a Association of Fundraising Professionals (AFP) e as Faculdades Integradas Rio Branco (FRB) começou em 2007 com o “Fundraising Captação de Recursos – I Congresso Internacional para Escolas e Instituições de Ensino Superior”. Naquele encontro, a AFP e as FRB apresentaram preletores experientes em captação de recursos dentre as melhores universidades da América Latina e dos Estados Unidos.

Apoio: Planeta Voluntários / A maior Rede Social de Voluntários e ONGs do Brasil
fundraising@riobrancofac.edu.br
Coordenação - FRB Tel.: (11) 3879 3123
5º Congresso Hemisférico de Captação de Recursos da América Latina / 2009

Massacre de Ipatinga (1963) - O livro

Livro traz informações novas sobre o Massacre de Ipatinga

Quantas pessoas morreram no Massacre de Ipatinga, o conflito entre metalúrgicos da Usiminas e soldados da Polícia Militar de Minas ocorrido em 7 de outubro de 1963, no Vale do Aço? Oficialmente, oito. Porém, uma nova dúvida sobre os números oficiais foi lançada pelo jornalista Marcelo Freitas no livro “Não foi por acaso”. O autor localizou em Belo Horizonte e Itapetinga, no interior da Bahia, parentes de pessoas que desapareceram naquele dia e de quem até hoje procuram informações sobre o que teria ocorrido com elas.

O livro será lançado em Viçosa, no próximo dia 27 e traz também o relato do motorista da Usiminas que, no dia 8 de outubro de 1963, buscou, na funerária da Santa Casa de Misericórdia, em Belo Horizonte, 32 caixões, que foram deixados no almoxarifado da empresa. Durante o lançamento, o autor fará palestra sobre o tema “Os desafios da reportagem histórica”. Na ocasião, ele irá pedir que a Usiminas abra seus arquivos históricos sobre o tema para livre consulta por parte de pesquisadores acadêmicos e jornalistas. Pedirá também que as instituições públicas que atuam na área de direitos humanos façam novas investigações sobre o caso.

Com base nos relatos contidos no livro, dois vereadores de município do Vale do Aço, Marcos da Luz, de Coronel Fabriciano; e Agnaldo Bicalho, de Ipatinga, ambos do PT, enviaram à Usiminas requerimentos para que seus arquivos sobre o caso passem a ser de livre acesso a pesquisadores. O Massacre de Ipatinga também será tema de audiência pública da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa de Minas, no próximo dia 28. A expectativa é de que nesse dia a empresa apresente um posicionamento oficial sobre o assunto.

“Não foi por acaso” é uma das mais extensas pesquisas já realizadas sobre o assunto. Em sua investigação, o autor foi atrás de pessoas que testemunharam aquele acontecimento, localizou parentes das pessoas que morreram, pesquisou documentos oficiais da empresa e da polícia e vasculhou arquivos de jornais e cartórios de registros de óbitos da região do Vale do Aço.

A investigação foi conduzida em quatro etapas. A primeira foi em 1988, quando Marcelo Freitas era repórter do Jornal “Hoje em Dia”, de Belo Horizonte. A segunda etapa foi em 2003, quando o autor era repórter do jornal “Estado de Minas”. Em 2004 e 2005, Marcelo Freitas trabalhou o tema no mestrado em Ciências Sociais da PUC Minas, em pesquisa financiada pela Comissão de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Governo Federal.

Em 2006 e 2007, o autor concentrou sua atenção na busca de informações sobre a polêmica em torno do número de mortos. Para isso, nessa última etapa, entrevistou médicos e enfermeiros de hospitais da região do Vale do Aço em 1963, até localizar os parentes dos dois trabalhadores que estão desaparecidos até hoje.

Marcelo Freitas é jornalista profissional. Trabalhou nos jornais “Diário do Comércio”, “Hoje em Dia”, “O Tempo” e “Estado de Minas”, todos de Belo Horizonte. Atualmente, é professor do curso de Jornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Belo Horizonte, onde também coordena o Laboratório de Jornalismo Impresso.

Lançamento

O lançamento do livro “Não foi por acaso”, no próximo dia 27, faz parte da VIII Semana Acadêmica de Comunicação, promovida pelo curso de Jornalismo da Universidade Federal de Viçosa. Neste dia, às 16h, Marcelo Freitas dará oficina sobre Jornalismo Investigativo. Às 18h, no auditório da Biblioteca Central, o autor fará palestra sobre o tema “os desafios da investigação histórica”, quando descreverá o passo a passo de sua investigação sobre o Massacre de Ipatinga. Em seguida, autografará o livro para os presentes.

Mais informações:
Comunicação de Fato Editora
Jornalista responsável: Cássia Miranda (31) 8778-2994

sábado, 17 de outubro de 2009

Recursos para Projetos - Novidades

Informações, editais, patrocínios, cursos e inscrições: www.dearo.com.br ou ligue (11) 4777-0260.

-
Abertos 23 editais de apoio financeiro no CNPq para diversos projetos e pesquisas, desde saúde indígena, biodiversidade marinha até inclusão social.
Mais...

ÚLTIMAS VAGAS! Depois de 3 anos, atendendo a pedidos, Fernanda Dearo, vai até Salvador ministrar os cursos de Elaboração de Projetos e Captação de Recursos dias 22, 23 e 24 de outubro.
Faça já sua inscrição AQUI e divulgue!

- Fundo Comgás abre edital de apoio a projetos socioculturais.
Mais...

- Curso anual DEARO de IMERSÃO de 5 dias em Captação de Recursos e Elaboração de Projetos para Patrocínios acontece em novembro de 2009 do dia 15 ao dia 20 na cidade de São Roque (30 min. de São Paulo). Hospedagem, translado ida e volta ao aeroporto e metrô, palestras especiais e workshops. Imperdível.
Reserve sua vaga AGORA.

- A Comunidade Européia lançou 53 editais de apoio financeiro somendo um total de 50 bilhões de euros até 2013.
Mais>>

DICA DEARO: A boa elaboração e a apresentação profissional de um projeto são responsáveis por pelo menos 50% do resultado de sua captação de recursos. É preciso elaborar o projeto técnico e o projeto comercial, com estética apropriada e apresentação direcionada ao tipo de fonte de recurso. A DEARO elabora, analisa e formata seu projeto, além de prospectar do as fontes de recurso ideais ao seu tipo de projeto e executar de forma profissional a captação de recursos.
Solicite uma apresentação!

PLANETA VOLUNTÁRIOS
A DEARO APÓIA ESSA IDÉIA!
A maior rede de voluntários e ONGs do Brasil!
Dearo