quarta-feira, 30 de junho de 2010

Lançamento do cd O Piano de Guerra Peixe

O Piano de Guerra Peixe



A pianista Ruth Serrão lança o CD duplo que reúne parte importantíssima da obra de César Guerra-Peixe para piano. Os registros abrem uma extensa panorâmica da produção de um dos mais importantes nomes da música brasileira do século XX – incluindo peças inéditas em disco e obras cujas partituras estavam inacessíveis.

Em Belo horizonte, o concerto de lançamento do trabalho acontece na fundação de educação artística, no dia 4 de julho, às 11h da manhã.

O álbum reúne peças para piano solo escritas por Cesar Guerra-Peixe (Petrópolis, 1914 - Rio, 1993), compositor que representa um dos marcos da música brasileira do século XX, tocadas pela pianista preferida do mestre, Ruth Serrão. No disco, peças referenciais e também raridades como o Larghetto, da fase dodecafônica (escrito em 1947), nunca gravado. Também são inéditas em disco a integral dos Prelúdios Tropicais, a Suite No Estilo Popular Urbano (choros, baiões, valsas) na versão para piano solo; a versão para piano da Modinha, o Gato Malhado e a Andorinha Sinhá e as três Suites Infantis. Um excerto das peças do CD será apresentado em todos os recitais de lançamento, que se estendem pelas cinco regiões do país até julho de 2010.

Com o patrocínio da Petrobras, o CD duplo O Piano de Guerra-Peixe (selo A Casa Discos; preço R$ 15) traz ainda as Sonatinas no. 1 e no. 2, a Tocata do Joezinho (dedicada ao neto de Ruth) e a Rapsódica (ultima peça que Guerra-Peixe escreveu) . É um panorama extenso e muito abrangente da sua obra diversificada: “O CD desde sua primeira obra para piano, de 1942 – a Suite Infantil no. 1 – e a ultima – Rapsódica, de 1993” , conta a pianista. “Gravamos, por exemplo, peças do período dodecafônico, que ele renegou, e que eu insistia com ele em recuperar, dizendo que havia sido fundamental na formação dele: não haveria o compositor que ele era sem aquele momento”.

“Além de compositor, foi professor, pesquisador e editor de muito, muito talento”, ressalta Ruth, intérprete favorita - preferência remarcada em numerosas dedicatórias em obras. “Além da obra, ele se perpetuou nos discípulos, no pioneirismo de suas pesquisas e na seriedade de trabalho na Edição Opus da Irmãos Vitale”. (veja depoimento extenso no box).

A produção do CD e da turnê é de Sergio Roberto de Oliveira, compositor, arranjador, produtor e instrumentista. “Guerra-Peixe é sem dúvida, um dos maiores músicos brasileiros do século XX”, escreve ele. “Sua música percorreu todos os caminhnos, sempre como referência: do nacionalismo ao serialismo; da composição erudita ao arranjo popular; da pesquisa folclórica à educação musical. Sou da última geração de seus alunos, e sempre me impressionei com sua presença. Era como se eu estivesse diante da própria Música”.

Belo Horizonte – Fundação de Educação Artística
Dia 4/7/2010, domingo, às 11h
Fundação de Educação Artística
Rua Gonçalves Dias, 320 – Funcionários – Belo Horizonte
Informações: (31) 3226-6866

Sala Sergio Magnani (180 lugares)
Ingressos à venda a partir de 30/06:
R$ 10,00 (inteira); R$ 5,00 (meia)
Duração: 65 minutos

A Turnê

17 de junho – Conservatório Carlos Gomes, 18h – Belém do Pará
19 de junho– Teatro Santa Isabel, 20h – Recife – PE (ingressos: R$ 10, com meia entrada para estudantes e idosos)
21 de junho – João Pessoa – PB – Universidade Federal da Paraíba, 16h – Concerto-palestra, com entrada franca
22 de junho - João Pessoa – PB – Universidade Federal da Paraíba, 20h – Concerto, com entrada franca

1 de julho – Rio de Janeiro – Teatro Nelson Rodrigues,
4 de julho – Belo Horizonte – Fundação de Educação Artística, 11h
6 de julho – São Paulo – SESC Vila Mariana
21 de julho – Curitiba – Capela de Santa Maria, 20h (horário a confirmar)
28 de julho – Niterói – Teatro Municipal de Niterói, 19h

www.opianodeguerrapeixe.com.br

Unesco/MEC contrata consultores para EJA e Agenda Territorial

Unesco/MEC contrata consultores para EJA e Agenda Territorial

UNESCO-MEC.doc

terça-feira, 29 de junho de 2010

Vestibular Licenciatura em Educação do Campo até 09/07

Universidade Federal de Minas Gerais

Resumo do Edital do Curso de Licenciatura em Educação,
Habilitação em Ciências Sociais e Humanidades
Campo 2011

Atenção: A seleção será feita exclusivamente através do Enem .
Prazo Inscrição no ENEM: 21 de junho a 09 de julho de 2010.
Prazo Inscrição Vestibular : 27 de setembro a 8 de outubro de 2010

Área: Ciências Sociais e Humanidades
Vagas: 35 (trinta e cinco)

I. Do Curso

O curso de Licenciatura em Educação do Campo habilita professores para atuar nos últimos quatro anos do Ensino Fundamental e Médio em escolas que atendem as populações do campo. São consideradas como escolas do campo aquelas que têm sua sede no espaço geográfico classificado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística como rural, e, mais amplamente, aquelas escolas que, mesmo tendo sua sede em áreas consideradas urbanas, atendem a populações cuja dinâmica social e cultural está majoritariamente vinculada ao trabalho no campo. O curso será ofertado em regime de alternância entre Tempo Escola e Tempo Comunidade. O Tempo Escola será desenvolvido durante o semestre acadêmico com duração aproximada de 4 a 5 semanas, em regime de tempo integral no Campus da Universidade Federal de Minas Gerais. O Tempo Comunidade será desenvolvido durante o semestre acadêmico nos locais de moradia e/ou de trabalho dos estudantes, por meio de projetos de estudos vinculados ao contexto e às escolas do campo. Os estudantes considerados carentes receberão o equivalente a 03 (três) bolsas da Fundação Universitária Mendes Pimentel, por ano, para custear sua participação nas atividades do curso durante o Tempo Escola.

II. Da Inscrição na UFMG:

II.1. Antes de fazer sua inscrição, o candidato deverá ler atentamente o Edital, e, também, todas as demais informações a ele concernentes que forem disponibilizadas pela Internet, na página www.ufmg.br/copeve. Após as inscrições o candidato deverá ler as atualizações na página da Copeve acima citada, bem como quaisquer outros editais que venham ser publicados antes da realização do Concurso.

II.2. O valor da Taxa de Inscrição ao Concurso é de R$15,00 (quinze reais).

II.3. Só poderá concorrer a uma das vagas o candidato que:

a) tiver concluído a 3a série do Ensino Médio, ou de curso equivalente;

b) residir e/ou trabalhar no espaço sócio-territorial do campo.

c) inscrever-se, obrigatoriamente, no Exame Nacional de Ensino Médio(ENEM) 2010 e, munido do número de inscrição no ENEM, efetuar sua inscrição no Concurso, em conformidade com as normas estabelecidas neste Edital.

II.4. Para efetuar a inscrição na UFMG, o candidato deverá:

a. acessar a página
www.ufmg.br/copeve e preencher todo o Requerimento de Inscrição, inclusive o Questionário Socioeconômico que o integra, segundo instruções contidas nessa página, no período de 27 de setembro a 8 de outubro de 2010, até às 17h;

b. imprimir o boleto bancário para pagamento da Taxa de Inscrição, no valor de R$ 15,00 (quinze reais);

c. providenciar o pagamento desse boleto, no horário de funcionamento dos bancos, até o dia 8

de outubro de 2010, último dia previsto para a inscrição ao Concurso.

d. Enviar documentação via SEDEX ou carta registrada com aviso de recebimento, para Comissão Permanente de Vestibular (COPEVE) da UFMG - Avenida Antônio Carlos, 6627– Bairro Pampulha, Belo Horizonte/MG, CEP 31270-901. Serão consideradas apenas as inscrições cuja documentação for enviada com data de postagem até o dia 13 de outubrode 2010.

Encaminhar juntamente com a documentação comprobatória da inscrição os seguintes documentos:

I. "Carta de Intenções", redigida e assinada de próprio punho, com no máximo duas laudas, explicitando o(s) motivo(s) pelos quais pretende fazer a Licenciatura em Educação do Campo destacando: sua identidade como sujeito que reside/trabalha no campo; experiências em educação do campo; idéias/propostas que considera como relevantes para a promoção do direito a Educação do Campo.

II. Pelo menos um dos Documentos comprobatórios da condição “residir e/ou morar no espaço sócio-territorial do campo” entre os seguintes:

a) Declaração do Órgão Municipal de Ensino ou da Secretaria Estadual de Educação/Escola/Superintendência que o(a) candidato(a) exerce função como docente ou administrativo em escolas que atendem a população que reside no campo.

b) Cartão de Produtor Rural (titular ou dependente) emitido por Órgãos Competentes do Governo Federal.

c)Declaração do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) que o candidato está inscrito no seu sistema de cadastro como beneficiário do Programa de Reforma Agrária (SIPRA).

d) Declaração de organizações governamentais, comunitárias, sindicais e sociais que o(a) candidato(a) atua em projetos de educação escolar, ambiental, economia solidária, em agroecologia, cultural, lazer, dentre outros. Ressaltamos que estas organizações devem estar devidamente registradas como de utilidade pública e sem fins lucrativos. Caberá ao candidato anexar à Declaração cópia autenticada em cartório do Estatuto da Organização.

III. Das Provas

Serão utilizadas as notas das cinco provas do exame ENEM. A nota final de cada um dos candidatos resultará da conversão da média aritmética simples das notas de cada uma das cinco provas do ENEM a 100 (cem) pontos, e será representado com precisão de 4 (quatro) casas decimais.

Na apuração do Resultado Final, ocorrendo empate na última colocação, terá prioridade, para efeito de aprovação, o candidato que tiver obtido maior nota na prova de Redação. Persistindo o empate, serão considerados sucessivamente, até que ocorra o desempate, os pontos obtidos na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias e o candidato mais idoso, conforme os termos previstos pela art. 27 da Lei 10.741/2003.

Para maiores informações:
Fone: (31) 3409.6346
E-mail: lecampo@fae.ufmg.br
Contatos: Fátima, Andréa, Luciane, Thales
Colegiado do Curso de Licenciatura em Educação do Campo.

Coral Agbára no Centro Cultural Salgado Filho


Clique na imagem

Captar Recursos e Elaborar Bons Projetos jun/2010

- Recursos para Projetos voltados às Mulheres através de edital aberto UNIFEM Mais...
- Recursos financeiros para Bibliotecas Públicas até 15 de julho!
Mais...



- Recursos para OSCIPs através da Fundação de Apoio à Pesquisa no Distrito Federal. Até 15 de julho!
Mais...
- Municípios do Estado de São Paulo podem acessar seus Fundos Sociais de Solidariedade e receber até R$ 15 mil.
Mais...

O Verdadeiro Papel de um Captador de Recursos - conheça o& perfil dos 3 - Novo artigo de Fernanda Dearo - Leia, divulgue e comente!

- Até o dia 15 de outubro ONGs podem incentivar seus projetos através da Lei do esporte e oferecer dedução do IR aos seus patrocinadores.
Mais...



Como a DEARO pode ajudar sua empresa, ONG ou projeto?

- Implantação do departamento de Captação de Recursos em uma ONG.
- Abertura de ONGs - Associações e Fundações.
- Desenvolvimento de Planejamento de Captação de Recursos e Marketing Social.
- Avaliação e Elaboração de Projetos, Captação de Recursos para Projetos e Consultoria em Sustentabilidade para ONGs.
- Cursos e Treinamentos em Elaboração de Projetos.
- Criação da logomarca, folder de apresentação e site - kit de captação de recursos - de projetos ou ONGs/OSCIPs/Fundações/Institutos.
- Desenvolvimento do Planejamento Estratégico de Ação de ONGs.

Solicite uma proposta -
http://web8.nitronews.com.br/a/c.php?l=2gW&e=Tdz&a=gLjW&v=-i8be9&q=%3Fsubject%3DProposta%2520de%2520Servi%25C3%25A7os%2520DEARO

Campos do Jordão

Workshop

Imersão de 5 dias em Elaboração de Projetos e Captação de Recursos com Fernanda Dearo em plena alta temporada na cidade mais charmosa do inverno com 50% de desconto

São Paulo

Curso

Férias

Oficina de Elaboração de Projetos dias 15, 16
e 17 de julho!

São Paulo

Curso

Férias

Lei Rouanet

Como inserir e elaborar projetos. Dia 19 de julho!

On-Line

Formaçãode Captadores de Recursos Próxima turma em agosto.

Leve nossos cursos para sua cidade! Solicite aqui uma proposta!

Jorge dos Anjos lança livro de arte na AM Galeria

Jorge dos Anjos lança livro de arte na AM Galeria (29/6)

Um dos artistas mais significativos da arte brasileira contemporânea, Jorge dos Anjos lança o primoroso livro - Risco, Recorte, Percurso –, na AM Galeria (Rua Cláudio Manoel, 155, loja 4 – Funcionários), em Belo Horizonte, nesta terça-feira, 29 de junho, às 18h.

Com projeto gráfico inovador de Marconi e Marcelo Drummond, o livro será acompanhado de uma mostra da obra do artista, focalizando a série de pedra sabão realizada em seu ateliê na Mata dos Palmitos, na região de Ouro Preto.

O livro, com prefácio do historiador Roberto Conduru, apresenta o trabalho de Jorge dos Anjos por meio de imagens de diversas séries de obras acompanhadas por textos de Márcio Sampaio e Joëlle Busca. A obra, que contém ainda três poemas de Gustavo Pena, Ricardo Aleixo e Tavinho Moura, complementadas por cronologia profissional e bibliografia, é uma referência da arte contemporânea no Brasil, ampliando o conjunto de publicações com as quais a Editora C/Arte tem procurado reescrever a história da arte no Brasil a partir de Minas Gerais.

No texto de Márcio Sampaio, que analisa vida e obra de Jorge dos Anjos, o autor mostra a importância dessa contribuição para a formação da visualidade brasileira: “ao realizar em sua obra a simbiose da forma barroca e os signos mágicos da cultura religiosa africana, Jorge dos Anjos torna possível e conseqüente o encontro de duas forças formadoras da visualidade brasileira, latentes em igual peso e amplitude na conformação de sua sensibilidade. Aplicando nessa operação conceitos do construtivismo, de redução da forma, pela qual logrará a ampliação de sentidos, o artista projeta uma das obras mais significativas no panorama atual da arte brasileira”.

O livro, que tem o patrocínio da V&M do Brasil por meio das Leis Federal e Estadual de Incentivo à Cultura é composto por 208 páginas, ricamente ilustrado com imagens, acompanhado de recortes e dobraduras, em formato capa dura. Pode ser encontrado nas livrarias de arte de Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Recife, ou através do site da C/ Arte:
www.comarte.com. O preço é R$120,00. Outras informações podem ser obtidas na Editora C/ Arte, através do telefax: (31) 3491-2001.

Informações para a imprensa: AM Galeria de Arte
Ampla Soluções em Comunicação:
Liège Camargos e Marianna Moreira
(31) 3225-1116 / 3221-9241 / 8899-0353
ampla@amplacomunicacao.com.br

Junho/2010

Marianna Moreira

Rua Visconde de Taunay, 61A - São Lucas
Belo Horizonte - MG - 30240-300
(31) 3225-1116 / 3221-9241 / 8899-0353
imprensa@amplacomunicacao.com.br

Manifesto em Defesa de Políticas de Ação Afirmativa para o Ensino Superior Brasileiro

Manifesto em Defesa de Políticas de Ação Afirmativa para o Ensino Superior Brasileiro

Pela Imediata Aprovação do PLC 180/08

Vimos, por meio desta, expressar nossa confiança de que o Senado Federal votará o PLC 180/08, que estabelece a política nacional de ação afirmativa para o acesso ao ensino superior no Brasil, bem como expressar nossa confiança de que o Governo Brasileiro zelará pela efetiva aprovação e implementação de políticas públicas de ação afirmativa.

Faz-se desnecessário trazer à discussão o impacto positivo que tal política pública terá a longo-prazo no sentido de equiparar as condições de igualdade de grupos raciais e étnicos que foram desfavorecidos no passado de nossa história. É de conhecimento de todos o compromisso da Presidência da República para com este tema. Contudo, dado o desdobramento do atual cenário político para com mecanismos de ação afirmativa, vimos nos colocar à disposição para consultar com a Presidência da República acerca de como, governo e sociedade civil, podemos cumprir com compromissos assumidos nesta área.

Tendo em vista a sanção presidencial do Estatuto da Igualdade Racial que estabelece um marco legal na promoção da igualdade racial e étnica no país, faz-se necessária a urgente implementação de um dos principais mecanismos de desencadeamento de ações afirmativas: a regulamentação de cotas raciais em universidades públicas brasileiras.

O Estatuto da Igualdade Racial estabelece a prerrogativa institucional necessária para que Projetos de Lei como o PLC 180 de 2008, que dispõe sobre a participação de estudantes oriundos de famílias de baixa renda com especificidade de recorte racial para negros, pardos e indígenas em concursos seletivos para ingressar em cursos de ensino superior, sejam aprovados como políticas públicas de ação afirmativa.

Em acordo firmado em 2006 entre o MEC, a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino (ANDIFES), SEPPIR, MSU, EDUCAFRO, UNE e UBES, gerou-se um consenso e um compromisso para que a implementação da política de cotas fosse concluída em um prazo de seis anos. Em outras palavras, restam dois anos para que uma política pública de ação afirmativa seja implementada em sua totalidade enquanto a lei que dispõe sobre tal política ainda encontra-se em tramitação no Senado Federal, aguardando aprovação há dois anos. Ressaltamos que este Projeto foi aprovado por todos os partidos políticos na Câmara dos Deputados em 20 de novembro de 2008, após nove anos de debates.

Vale lembrar que a sociedade civil organizada vem exercendo seu papel, apropriando- se de mecanismos legítimos de participação e deliberação públicas como a Conferência Nacional de Educação Básica (CONEB) de 2008 e a Conferência Nacional de Educação (CONAE), realizada este ano.

A CONAE aprovou o mérito da política de ação afirmativa para o acesso ao ensino superior no Brasil, ou seja, a reserva de cinqüenta por cento das vagas nas IFES por turno e por curso para alunos egressos de escolas públicas, respeitando- se a proporção racial de negros e indígenas de cada estado brasileiro, de acordo com dados do IBGE. Aprovou também uma moção de apoio ao cumprimento do acordo estabelecido em 2006, com encaminhamento de abertura de negociação entre a Presidência da República e as entidades citadas acima.

As entidades abaixo-assinadas expressam seu maior interesse na imediata aprovação do PLC 180/08, já que o mesmo é o principal mecanismo legislativo para dar coerência ao acordo firmado em 2006 e às deliberações da CONAEB de 2008 e CONAE de 2010.

Expressamos ainda o legítimo interesse em obter maiores informações sobre o encaminhamento atribuído especificamente às políticas públicas de ação afirmativa na área de ensino superior, bem como colocamo-nos à disposição da Presidência da República para honrar nosso compromisso para a implementação de tal política até 2012.

Seguros da relevância e urgência do assunto para o Brasil, ficamos no aguardo de um posicionamento acerca dos encaminhamentos já providenciados por parte do Senado Federal no tocante à relatoria do PLC 180/08 pela Presidência da Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal.

Nos colocamos à disposição para possíveis ações a serem pactuadas entre o governo e a sociedade civil no sentido de assegurar a devida implementação das políticas públicas de ação afirmativa no Brasil.

Comitê Brasileiro pela Aprovação do PLC 180/2008

Entidades que compõem o Comitê (em ordem alfabética):

Articulação dos Povos Indígenas Brasileiros – APIB
Campanha Nacional pelo Direito à Educação
Central Única dos Trabalhadores - CUT
Comunidade Bahá’í do Brasil
Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação - CNTE
Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação nos Estabelecimentos Privados – CNTEE
Conselho Indigenísta Missionário – CIMI
Coordenação Nacional das Entidades Negras – CONEN
Educafro
Movimento dos Sem Universidade – MSU
União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – UBES
União Nacional dos Estudantes – UNE

ICMS Turístico - MG - Decreto Publicado

Informamos que o Decreto Nº 45.493 . de 18 de junho de 2010, que regulamenta o critério “Turismo” estabelecido na Lei Nº 18.030 de 12 de Janeiro de 2009 , que dispõe sobre a distribuição da parcela de receita do produto da arrecadação do ICMS pertencente aos Municípios, foi publicado no Diário Oficial do Estado, pag. 63, em 19 de Junho de 2010.

Os Municípios terão o prazo de até 30 dias a partir da data da publicação do Decreto para enviar à Secretaria de Estado do Turismo toda a documentação comprobatória da sua habilitação nos moldes da Resolução da SETUR MG .

ICMS Turístico - MG

Entre em contato caso o seu município precise de assessoria na organização da documentação para pleitear estes recursos!
Os municípios têm até o dia 18 de Julho para se adaptarem!!!

Repassem aos interessados.

Janaelle Neri
38 98263208
janaellecristina@hotmail.com

Estação Pátio Savassi discute o crescimento das cidades e a preservação do meio ambiente

Estação Pátio Savassi discute o crescimento das cidades e a preservação do meio ambiente

O crescimento populacional, o aumento do poder aquisitivo, a facilidade de crédito e a estabilidade econômica do país, vêm contribuindo com a expansão das cidades. Com isso o limite da preservação do meio ambiente a todo o momento esbarra com o progresso social.

Para planejar e organizar o crescimento de Belo Horizonte os vereadores da capital mineira aprovaram em primeiro turno, em abril deste ano, a Lei de Uso e Ocupação do Solo. Para entender as mudanças e o impacto que o projeto da nova lei vai trazer para as áreas verdes da cidade, o Estação Pátio Savassi apresenta o tema para o debate nesta semana.

A palestra “Como o projeto da nova lei de uso e ocupação do solo de BH impacta no meio ambiente?”, que acontece no dia 26 de junho, a partir das 11h, no anfiteatro (L2) do Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6061 Savassi), será ministrada pela advogada, Maria Raquel de Sousa Lima Uchoa.

O projeto da lei traça diretrizes para novas edificações na cidade. O ponto mais polêmico diz respeito à ocupação de uma área verde na divisa de Belo Horizonte com a cidade de Santa Luzia.



Maria Raquel de Sousa Lima Uchoa

Advogada com especialização em Direito Ambiental e Direito da Economia e da Empresa. É sócia do escritório Moura Tavares, Figueiredo, Moreira e Campos Advogados.

Estação Pátio Savassi

O projeto é uma realização da Estação do Saber e do Shopping Pátio Savassi, com curadoria de Júlia Ramalho Pinto. Em seu quinto ano de existência, conta com patrocínio da CEMIG, Governo do Estado de Minas Gerais, Governo Federal, Ministério da Cultura e Lei Rouanet. As palestras são sempre aos sábados e gratuitas, onde se discutem temas contemporâneos com a participação de intelectuais, escritores e profissionais renomados, numa agradável conversa nas manhãs de sábado.

As palestras poderão ser acompanhadas através do Twitter (Julia Ramalho Pinto www.twitter.com/arpjulia) com postagem de frases e comentários ao vivo das apresentações. Ainda em fase de teste, o evento está sendo transmitido via Ustream na página da Estação do Saber
www.estacaodosaber.art.br

Agenda: “Estação Pátio Savassi”
Datas: 26 de junho (sábado) // Horário: 11h
Local: anfiteatro (L2) do Pátio Savassi (Av. do Contorno, 6061 Savassi)
Entrada Franca
Informações: Pátio Savassi: (31) 4003-4172
www.estacaodosaber.art.br

Informações para a imprensa:
Estação do Saber: Ampla Soluções em Comunicação
Liège Camargos e Marianna Moreira
(31) 3225-1116/3221-9241/8822-0858
ampla@amplacomunicacao.com.br
www.twitter.com/amplacom

Pátio Savassi: Hipertexto Consultoria e Assessoria de Imprensa
Tel: 31.3227.4566 / 3223.5137 / 9404.0123
Jornalista responsável: Flávia Rodrigues Nunes
flavia@hipertextoweb.com.br
www.twitter.com/hipertextoweb

4º Festival Internacional de Cultura e Gastronomia

4º Festival Internacional de Cultura e Gastronomia de reúne 10 mil pessoas em quatro dias de evento

Balanço do evento

4º Festival Internacional de Cultura e Gastronomia de reúne 10 mil pessoas em quatro dias de evento

Encerrado no último domingo (20/6), o 4º Festival Internacional de Cultura e Gastronomia de Araxá, realizado no Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá, reuniu 10 mil pessoas em quatro dias de evento que uniu programação gastronômica e cultural em grande estilo.
A programação, que ocupou vários espaços do Grande Hotel e o pátio da Fundação Calmon Barreto contou com 12 workshops com oficinas gastronômicas, 13 apresentações musicais com ritmos como samba, choro, jazz, MPB e bossa nova, quatro festivais de culinária regional comandados pelo Clube da Cozinha de Araxá, três festins gastronômicos comandados por chefs de renome internacional, além de degustações de cervejas e vinhos, lançamentos de livros, exposição cultural, feira de doces e queijos mineiros, artesanato regional, livros de culinária e barracas de comida portuguesa, doses e drinks, crepe, temake, cachaça e cerveja artesanal.
“A diversidade de atrações do Festival Internacional de Cultura e Gastronomia de Araxá é que torna o evento único em Minas Gerais e um dos principais do Brasil neste segmento. Unimos culinária e cultura porque os temas estão em constante interação, com a presença de conceituados chefs regionais e nacionais e artistas locais para apresentarem suas melhores criações. Mesclar gastronomia e arte é sempre uma receita de sucesso”, explicam Agenor Lemos Júnior e Armando de Angelis, organizadores do festival de Araxá.

Chefs estrelados

Marcaram presença no evento alguns dos chefs mais conceituados do país, atualmente. Pelo Salão Belo Horizonte do Grande Hotel desfilaram as criações gastronômicas de chefs como Ivo Faria (Vecchio Sogno), Eduardo Avelar (Espaço Avelar), de Belo Horizonte (MG), Jefferson Rueda (Pomodori e La Tomate Bistronomique) e Emmanuel Bassoleil (Hotel Unique e Restaurante Skye), de SP.

Culinária regional

O grupo de chefs amadores do Clube da Cozinha de Araxá deu um show de criatividade no comando dos festivais de culinária regional, cumprindo verdadeiros rituais gastronômicos carregados de culturas e tradições. Rebordosa de Cordeiro, Destrincho do Porco, Paella Caipira e Velório e Sopa do Boi foram alguns dos temas abordados nesta edição. O público presente acompanhou atentamente todas as etapas do processo culinário, se surpreendendo com a grandeza dos utensílios utilizados e da estrutura necessária para cada um dos festivais.

Salada musical
Coordenada pela Idear Produção, o cardápio musical do evento fez todo mundo dançar para esquentar o frio de Araxá e curtir o som de bandas como Bêja Jazz, Banda do Síndico, Alan Tannús, Tião e Banda Divinil, Ausier Vinicius e Grupo Pedacinhos do Céu, Zé da Velha e Silvério Pontes, Daniela Spielmann e Trio, Toninho Horta e banda, banda Vi Voz e Os Arachás

A organização do festival tem a assinatura de Armando de Angelis e Agenor Lemos Júnior. O patrocínio cultural é da CBMM; apoio da Secretaria Estadual de Turismo, Prefeitura Municipal de Araxá e SESC e participação especial do SENAC, Clube da Cozinha de Araxá, Araxá Convention & Visitors Bureau e Circuito da Canastra. A TV Integração (afiliada Rede Globo) foi a emissora oficial do festival.

Informações para a imprensa: Ampla Soluções em Comunicação
Jornalistas responsáveis:
Liège Camargos, Marianna Moreira e Patrícia Leris
(31) 3225-1116/ 3221-9241 / 8788-0043 / 8899-0353
Junho/2010

Marianna Moreira
Rua Visconde de Taunay, 61A - São Lucas
Belo Horizonte - MG - 30240-300
(31) 3225-1116 / 3221-9241 / 8899-0353
imprensa@amplacomunicacao.com.br











Fotos - Felipe Temponi

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Copa do Mundo movimenta negócios nas áreas de Cultura e Sustentabilidade em BH e Betim - MG

Copa do Mundo movimenta negócios nas áreas de Cultura e Sustentabilidade em BH e Betim (MG)

Empresas investem em estratégias criativas e que despertam a consciência dos torcedores durante o período dos jogos.

A Copa do Mundo é um período que mexe muito com a emoção das pessoas no Brasil e em todo o mundo. O sentimento de patriotismo se aflora e os torcedores tendem a valorizar ainda mais suas tradições e culturas. Mas, o período dos jogos também motiva bons negócios e as empresas ficam atentas às boas oportunidades para promover seus produtos e serviços.

Em Belo Horizonte e Betim (MG), duas empresas estão aproveitando a Copa do Mundo para desenvolver estratégias criativas de reforço de marca junto aos clientes. O Espaço Catado de Idéias vai promover um momento especial durante o jogo Brasil X Portugal com opção de buffet português em parceria com a Caparica Eventos. Já a ECCOX Tecnologia e Soluções Ambientais, em sede em Betim, criou o ECCO Copa Carbono Zero, projeto para neutralizar as emissões de CO2 nos jogos do Brasil com o plantio de árvores no Distrito Industrial Jardim Piemont.

Interligando Culturas

Nesta sexta-feira, 25/6, a partir de 11h, o Espaço Catado de Idéias estará aberto aos interessados em assistir ao jogo Brasil X Portugal degustando um delicioso buffet com comidas portuguesas, num ambiente tipicamente lusitano.

“Queremos tornar o espaço um ponto de encontro para os amantes da cultura, que ganha mais atenção com a Copa do Mundo, não só para nós brasileiros, mas para pessoas em todo o mundo. Será uma troca de culturas bem interessante, com exposição de fotos, música típica e um ambiente bem aconchegante”, explica Kelly Delgado, proprietária do espaço.

O evento será realizado em parceria com a Caparica Eventos, especializada em culinária e cultura portuguesa. O objetivo é promover intercâmbio de informações e tradições entre os admiradores e apreciadores da cultura e gastronomia portuguesa, em integração com o público brasileiro. Durante o evento será realizado também um sorteio de camisas no estilo ‘retrô’ das duas seleções. As reservas poderão ser feitas pelos telefones (31) 3889-7594 e 9633-1536 ou
kelly@catadodeideias.com.br

Educação Ambiental

Com o objetivo de integrar a responsabilidade sócio-ambiental com a prática esportiva, a ECCOX Tecnologia e Soluções Ambientais criou o projeto ECCO Copa Carbono Zero com o objetivo de neutralizar o CO2 emitido durante os jogos do Brasil na Copa do Mundo. “Queremos aproveitar que as pessoas estão reunidas para se divertir e chamar a atenção para o aquecimento global e seu efeito devastador na qualidade de vida do planeta. Se cada um fizer a sua parte, começando de algum ponto que promova relações mais sustentáveis das pessoas com o meio ambiente, a qualidade de vida na terra será preservada e a longevidade das futuras gerações estará garantida”, destaca o arquiteto e consultor ambiental, João Ricardo Magalhães Gonçalves, Sócio-diretor da ECCOX, especialista em Gestão Ambiental.

A ECCOX Ambiental fará o plantio das mudas como forma de estimular a prática esportiva mais sustentável e contribuir para um mundo melhor, já que a neutralização da emissão de CO2 contribui para a diminuição do aquecimento global. Parte das mudas será plantada na praça principal do Distrito Industrial Piemont, em Betim (MG), que foi adotada recentemente pela ECCOX Ambiental. Outra parte vai compor a melhoria paisagística e da qualidade do ar do bairro Jardim Piemont e as demais mudas de árvores serão plantadas em áreas degradadas do município, como forma de promover a recuperação das mesmas. Estas áreas poderão ser indicadas pela Prefeitura de Betim e por órgãos ambientais do município.

Para ampliar o alcance da responsabilidade social gerada pelo projeto, integrando a comunidade estudantil na preservação do meio ambiente, a cada gol marcado pelo Brasil na Copa do Mundo 2010 a ECCOX Ambiental irá sortear um kit esportivo para um aluno devidamente matriculado no Ensino Fundamental público do município de Betim (MG).

Informações para a imprensa:
Ampla Soluções em Comunicação:
Liège Camargos e Patrícia Leris
(31) 3225-1116 / 3221-9241 / 8788-0043
ampla@amplacomunicacao.com.br

Junho/2010

Patrícia Leris
Ampla Soluções em Comunicação
Rua Visconde de Taunay, 61A - São Lucas
Belo Horizonte - MG - 30240-300
(31) 3221-9241 - (31) 3225-1116 - (31) 8719-8873
imprensa2@amplacomunicacao.com.br

Oficinas de capoeira para crianças, adolescentes e adultos no Centro Cultural Salgado Filho

Clique na imagem

Mostra Visionários Audiovisual na América Latina

Mostra Visionários Audiovisual na América Latina para os gaúchos envolvidos e interessados em Cinema. O evento é gratuito e acontece no Auditório do Prédio 7, na Famecos, entre os dias 21 e 30 de junho. Traga seus amigos e participe.

Farão parte da exposição filmes como:

Volta ao Mundo em Algumas Páginas

Una Forma Estúpida de Decir

One Year Later

Dos Veces Adiós

No Smoking

11 de Septiembre

Mala Sangre (Todo sobre la Mujer Inmunda)

Veja lista completa e programação em
http://www.itaucultural.com.br/visionarios

Mais informações em:
http://eusoufamecos.pucrs.br/

Um abraço e nos vemos lá,

Caterine Greif
Núcleo Web - Espaço Experiência
Famecos - PUCRS
http://eusoufamecos.pucrs.br

Seminário Africanidades e Educação

Seminário Nandyala Editora
“Africanidades e Educação”
26/06/2010, sábado, 8h30 às 12h
Auditório da UNA – Rua Aimorés, 1451 - Bairro Lourdes BH – MG

Programação
8h30: Conferência

“Educação humanista e diversidade no contexto das relações etnicorraciais”
(Profa. Stefânie Arca Garrido Loureiro – PUC Minas)
10h: Mesa-redonda

“Educação e Culturas Africanas”
(Prof. Dr. José de Sousa Miguel Lopes – UEM/Moçambique; UEMG)

"Formação de Professores e Religiões de matrizes africanas"
(Prof. Dr. Erisvaldo Pereira dos Santos)

“O imaginário sobre África e seus impactos na educação brasileira”
(Prof. Ms. Marcos Antônio Cardoso – PBH; FCRCN)
11h30 : Depoimento

“Educação e Cultura na Guiné-Bissau”
(Profa. Dra. Odete Costa Semedo – Guiné-Bissau)

12h : Coquetel de Despedida e Homenagem a Odete Semedo

Inscrições Gratuitas. Entrada Franca.

eventos@nandyalalivros.com.br
(31) 3281-5894
Apoio: Centro Universitário UNA

Serão fornecidos certificados aos participantes e haverá distribuição gratuita de algumas publicações Nandyala para educadores.

(Nandyala Livraria & Editora - Av. do Contorno, 6.000 – Lj 01- Savassi - Belo Horizonte – MG)

Clique na imagem

Relanzamiento Cursos FODEPAL

Relanzamiento Cursos FODEPAL - II Semestre 2010

Nos alegra anunciarle el relanzamiento del programa FODEPAL con la convocatoria a los cursos:

Desarrollo Rural. Nuevos enfoques y métodos

Gestión de políticas pública para áreas rurales

Gestión y evaluación de impacto ambiental de proyectos de inversión

Iniciamos esta nueva andadura con las mismas ilusiones y el compromiso de contribuir a la capacitación de los profesionales latinoamericanos en al ámbito del desarrollo rural y de la gestión de los recursos naturales y medio ambiente. De esta forma queremos dar continuidad al proyecto que durante más de ocho años involucró a más de 8.000 profesionales latinoamericanos.

Como en la etapa anterior, este programa se realizará con el apoyo y patrocinio de la Organización de las Naciones Unidas para la Agricultura y la Alimentación (
FAO) y de la Agencia Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo (AECID). La coordianción del programa estará a cargo de la Universidad Politécnica de Madrid (UPM) y de la Fundación CEDDET, que se incorporá al programa tras una larga trayectoria en el ámbito de la formacion online.

El plazo de inscripción esta abierto y finalizará el próximo dia 23 de agosto. Si desea obtener más información sobre estos cursos o sobre la oferta programada para el periodo 2010/11, le invitamos a visitar nuestra página web
http://www.fodepal.es/ o a escríbamos a la dirección de correo electrónico: fodepal@ceddet.org. También le sugerimos que actualice sus datos de contacto a fin de poder mantenerle informado sobre futuras actividades de su interés pulsando este enlace.

Esperamos poder contar con su participación en ésta o próximas convocatorias y le agradecemos de ante mano toda labor de difusión que pueda realizar de las mismas en su entorno profesional.

SantiagoGonzález
Director Académico

Irene Zurborn
Directora Técnica

Bayer recua do pedido de liberação do arroz transgênico

Bayer recua e desiste do pedido de liberação do arroz transgênico

A empresa Bayer Cropscience acaba de informar em sua página da internet que solicitou à CTNbio a retirada temporária do processo de liberação comercial do arroz Liberty Link (LL 62) da pauta de decisões técnicas. O pedido de liberação causou uma série de reações contrárias, por parte de vários grupos, desde produtores, comunidade científica e diversas organizações ambientalistas, de consumidores e movimentos sociais.

Segundo a empresa essa ação "proativa" decorre da necessidade de ampliar o diálogo com setores da cadeia produtiva do arroz no Brasil. Os rizicultores manifestaram-se publicamente contrários à liberação, que pode significar perda de mercados consumidores na África e União Européia, como já ocorrido nos Estados Unidos onde houve contaminação nas culturas de arroz , o que fez o país perder milhões de dólares.

O principal interesse da Bayer é liberar o arroz no Brasil para influenciar outros países produtores do grão, ao mesmo tempo em que os produtores brasileiros só aceitarão a variedade transgênica quando houver a comercialização em outros países, além de ampla aceitação do mercado externo.
É possível que a empresa se comprometa junto aos produtores de arroz que, mesmo quando for liberado pela CTNBio, ela não colocará o Libert Link a venda enquanto não for amplamente aceito pelos mercados mundiais. De qualquer forma, caso o Brasil libere a variedade, a empresa terá mais subsídios para influenciar a decisão em outros países, ao mesmo tempo em que trabalha para transparecer maior segurança aos produtores.

A retirada do pedido de liberação é temporária e, provavelmente, muito em breve, a empresa pleiteará nova aprovação de seu arroz transgênico. Tudo depende da Bayer convencer os produtores, mesmo que isso exclua o povo brasileiro da importante decisão em consumir ou não produtos transgênicos e seus potenciais impactos ao meio ambiente e à saúde.

De toda forma, a retirada do pedido impõe uma derrota à gigante biotecnológica, assim como freia o acelerado quadro de liberações comerciais de OGMs no Brasil, feitos pela CTNBio. Os graves problemas que envolvem o arroz transgênico levantados em audiência pública e as mobilizações das organizações da sociedade civil e da comunidade científica fazem com que a empresa recue no pedido. É uma pena que a CTNBio não se mostre acuada para continuar a agir pela aprovação irrestrita dos eventos requeridos pelas empresas.

Após 10 anos de liberação comercial da soja RR da Monsanto, os agricultores sentem os efeitos nefastos intrínsecos aos transgênicos, como a concentração dos mercados (85 % da soja no país está nas mãos da Monsanto, sobrando apenas 15% para variedades convencionais), e o aumento do uso do glifosato e de outros agrotóxicos por conta da resistência adquirida por pragas. Para que os agricultores não sejam iludidos novamente, a sociedade precisa se organizar e exigir que o Conselho Nacional de Biossegurança (CNBS), presidido até o seu licenciamento, pela Ministra Dilma Rousseff, cumpra seu dever legal e pare de se omitir como tem feito, desde sua criação em 2005, ao delegar decisões de extrema relevância pública e social única e exclusivamente a uma comissão técnica composta de 27 pessoas, como é a CTNbio.

O tempo ganho com o recuo da Bayer tem que servir à sociedade para ampliar a discussão e exigir que o governo Lula se posicione a favor da saúde, do meio ambiente, dos agricultores e consumidores.

Leia a nota publicada pela Bayer (
link)

Leia a carta da sociedade civil para o CNBS (
link)

Leia o documento produzido pelas organizações contrárias à liberação (
link)

Mais informações:
Terra de Direitos – Larissa Packer: 41 9934-6660/ 41 3232-4660

AS-PTA – Gabriel Fernandes: 21 8124-0095

IDEC – Andrea Lazzarini: 11 8298-3322
http://www.blogger.com/www.terradedireitos.org.br

POF 2008/09 mostra desigualdades e transformações no orçamento das famílias brasileiras

POF 2008/09 mostra desigualdades e transformações no orçamento das famílias brasileiras

A família brasileira gasta, em média, R$ 2.626,31 por mês, e as do Sudeste gastam mais (R$ 3.135,80), quase o dobro das famílias do Nordeste (R$ 1.700,26) que têm a menor despesa. Desigualdade semelhante é encontrada entre a despesa média nas áreas urbana (R$ 2.853,13) e rural (R$1.397,29). Já o rendimento médio mensal do País alcançou R$ 2.763,47, a as desigualdades regionais permanecem: o menor rendimento (Nordeste, R$ 1.764,62) é quase a metade do mais alto (Sudeste, R$ 3.348,44).

Essas são algumas informações da primeira divulgação da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008/09, que visitou cerca de 60 mil domicílios urbanos e rurais, entre maio de 2008 e maio de 2009. Há dados sobre despesas, rendimentos (monetários ou não) e variação patrimonial, além da avaliação das famílias sobre as próprias condições de vida. São detalhados, ainda, os gastos com Habitação, Alimentação, Transporte, Saúde, Educação, Impostos, Contribuições trabalhistas, Pagamento de dívidas etc., segundo diferentes faixas de rendimento das famílias. Há comparações com a POF 2002/03 e o Estudo Nacional da Despesa Familiar (ENDEF) 1974/75

O peso dos principais grupos de consumo nas despesas familiares mudou bastante desde os anos de 1970.

A Alimentação, por exemplo, teve queda acentuada entre o ENDEF 1974/75 (33,9%) e a POF 2002/03 (20,8%), mantendo a redução até 2008/09 (19,8%). Na área rural, as participações da Alimentação tambémforam se reduzindo, respectivamente, de 53,2% para 34,1% e, depois, para 27,6%. Nos mesmos períodos, o peso da Habitação cresceu de 30,4% para 35,5% e, depois, para 35,9%. Sua evolução rural foi mais significativa: de 17,8% (ENDEF 1974/75) para 28,7% (POF 2002/03) e 30,6% (POF 2008/09).

Em seis anos, a participação urbana da alimentação fora do domicílio nos gastos com alimentação subiu de um quarto (25,7%) para um terço (33,1%), e a rural subiu de 13,1% para 17,5%.

No Brasil, a despesa média per capita dos 10% das famílias com os maiores rendimentos (R$ 2.844,56) era 9,6 vezes a dos 40 % com menores rendimentos (R$ 296,35). Essa disparidade constatada pela POF 2008/09 está menor que seis anos antes, quando era de 10,1 vezes. Ainda em relação a essas duas classes de rendimentos, a região mais desigual foi a Nordeste (11,3 vezes), e a menos desigual a Sul (6,9 vezes).

A pesquisa também constatou uma melhoria na relação entre as despesas e o rendimento das famílias. Em 2002/03, os 85,3% das famílias com os menores rendimentos tinham, em média, despesas superiores ao que recebiam mensalmente. Já em 2008/09, eram os 68,4% com os menores rendimentos que estavam nessa situação.

Era de quase 207% a diferença entre a despesa média mensal de famílias em que a pessoa de referência possuía menos de um ano de estudo, para aquelas com a pessoa de referência tendo 11 anos ou mais de estudo. Mas houve expressiva redução dessa disparidade: na POF 2002/03 ela era cerca de 400%.

A despesa de famílias com a pessoa de referência de cor branca estava 89% acima das despesas das famílias com pessoa de referência de cor preta, e 79% acima daquelas com pessoa de referência de cor parda. Nesses casos, em seis anos houve movimentos opostos: em relação à POF 2002/03, essas diferenças eram de 82% e de 84%, respectivamente.

Pela segunda vez, a POF investigou a percepção subjetiva da população sobre alguns aspectos da sua qualidade de vida. Em 2008/09, cerca de 75,2% das famílias declararam algum grau de dificuldade para chegar ao final do mês com o rendimento que recebiam. Em 2002-2003 esse percentual foi de 85,0%.

Leia mais

Família brasileira gasta, em média, R$ 2.626,31 por mês

Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Assessoria de Comunicação
www.presidencia.gov.br/consea

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Teatro Gratuíto

- Espetáculo "A ver estrelas" - Grupo Nós Cegos (classificação livre)
Data: 24 e 25 de junho - 16hs
Teatro Marília

- Espetáculo "O caderno secreto de Lori" - Cia Lambe Lambe (classificação 18 anos)
Data: 26 e 27 de junho - 20hs
Teatro Marília

O valor dos espetáculos é de R$ 5,00 (inteira) e R$ 2,50 (meia). Esses espetáculos são os ganhadores do FETO – Festival Estudantil de Teatro http://www.fetobh.art.br/, e a forma de premiação do festival é oferecer aos grupos a possibilidade de se reapresentarem em um teatro profissional. O nosso interesse é levar o máximo de público aos espetáculos, priorizando estudantes de escolas públicas e de projetos sociais. Toda renda conseguida na venda dos ingressos fica para os grupos ganhadores continuarem o trabalho desenvolvido no FETO. O FETO foi criado em 1999 e é um evento anual de extrema importância para o enriquecimento cultural de Minas Gerais. Realizado em Belo Horizonte, mas repercutindo em todo o país, o Festival atinge um grande número de estudantes, contribui para seu desenvolvimento e sua formação como profissionais da área teatral e ainda estimula o gosto do público pelas artes cênicas.

Caso os professores interessados encontrem dificuldade com a logística de transporte dos alunos, ou mesmo com o pagamento dos ingressos, entre em contato para ajuda e viabilização.

Nosso interesse é levar o teatro a estudantes que não tem como pagar pelos ingressos.

Contato
Luana ou Naiara - 84154159

Luana Gonçalves
(31) 9177-6926
(31) 2555-8575
www.noatocultural.org.br
www.fetobh.art.br
www.twitter.com/FETOBH


Rodica Blues & Blues Groovers

Show Rodica Blues & Blues Groovers (RJ)
Data: 26/Junho
Local: Centro de Vivência - UFV, Viçosa/MG
Horário: 21 HORAS
Meia Entrada: R$15,00
Informações: FACEV- (031)3899-2102
Repertório: Músicas do seu segundo CD, que apresenta uma "linha do tempo" de blues, desde "country blues" (início do século XX) até ritmo & blues e soul.

Maiores detalhes no flyer anexo

Sites:
www.rodicablues.com.br
www.myspace.com/rodicablues

Equipe de produção - RODICA BLUES


Informativo CAA - Ano 1 - Nº 6 - 22/6/2010


Famílias do semiárido baiano aprendem a gerenciar recursos hídricos

Primeiro ciclo de capacitação é finalizado com sucesso em três municípios. A ação é viabilizada através do Programa Um Milhão de Cisternas Rurais (P1MC), da Articulação do Semiárido Brasileiro (ASA).
http://caabahia.org.br/noticias/familias-do-semiarido-baiano-aprendem-a-gerenciar-recursos-hidricos.html
Experiências do Cidades Sustentáveis são divulgadas em Salvador

Entidades do Coletivo Metropolitano de Agricultura Urbana e Periurbana conheceram um pouco mais sobre a ação pioneira de incentivo à agroecologia no semiárido baiano.
Atuação de pedreiros na construção de cisternas é destacada em seminário

Em evento microrregional realizado no município de Irecê, profissionais trocam experiências e realizam visitas de campo, com o objetivo de qualificar o trabalho desenvolvido em diversas comunidades rurais do semiárido baiano.
http://caabahia.org.br/noticias/atuacao-de-pedreiros-na-construcao-de-cisternas-e-destacada-em-seminario.html

VIII Seminário Pró-Conselho

VIII Seminário Pró-Conselho

"Tecer Redes, Integrar Políticas, Conectar Vidas"

Inscrições Abertas

O Seminário é uma realização da Frente de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Minas Gerais em parceria com a CNBB Leste II, Instituto Vivo, Instituto C&A, Fundação Itaú Social, SEDH - Secretaria Especial dos Direitos Humanos do Governo Federal, Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente - CONANDA e Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente de Minas Gerais.
Ao realizar esse Seminário, a Frente de Defesa e seus parceiros pretendem resgatar a força da militância, a importância da opção pessoal e da mobilização para a efetivação de direitos. Partindo de uma explanação sobre a história, espera-se evidenciar a importância e a identidade dos movimentos sociais na construção dos direitos e mecanismos de fortalecimento da democracia participativa. Além disto, busca apoiar para o fortalecimento dos conselhos, explicitando suas atribuições e papéis na construção de uma sociedade mais democrática, onde as políticas públicas de cada segmento podem ser deliberadas em trabalho intersetorial articulado. Já na questão de Redes, o seminário buscará explanar e compreender o que são, como se organizam, quais são as estratégias que as fortalecem e qual o papel das redes na efetivação das políticas públicas. Com as Conferências dos Direitos da Criança e do Adolescente, realizadas em 2009, foram deliberadas diretrizes da política nacional com o objetivo de elaboração de Plano Decenal, pretende-se assim, também orientar para a tradução e aplicação das diretrizes propostas à realidade de cada município.
As inscrições são gratuitas, já estão abertas e vão até o dia 17.07.2010, mas com vagas limitadas caso se esgotem antes do dia 17, as inscrições podem ser encerradas antes desta data.
Inscrições e outras informações acessem o site: www.seminarioproconselho.ning.com
Venham somar conosco na efetivação dos Direitos Humanos das Crianças e Adolescentes!

Do Morro ao Asfalto

Do Morro ao Asfalto - Edição 2010

As melhores rodas de samba de BH estão de volta!

A dupla “Dois do Samba” promete agitar a cidade na companhia de Almir Guineto, Moacyr Luz, Vander Lee e outros convidados

Conhecido e aplaudido pelo público mineiro, o projeto “Do Morro ao Asfalto”, que está na sua quarta edição, chega novamente a BH, para apresentar três shows com a dupla “Dois do Samba”, formada pelos músicos Dudu Nicácio & Rodrigo Braga, e convidados especiais.

Com o formato das verdadeiras e tradicionais rodas de samba, onde a alegria, descontração e muita música boa se fazem presentes, estes shows têm o patrocínio de outro projeto já consolidado “Skol Música Redonda”. Os shows vão acontecer sempre das 16 às 20 horas e têm entrada franca.

26 junho (sábado) – Barragem Santa Lúcia – Parque Santa Lúcia
Roda de Samba com: “Dois do Samba” (Dudu Nicácio e Rodrigo Braga) + Diza do Cartola + Ivo do Pandeiro + Evair Rabelo
Convidado especial: Vander Lee

04 julho (domingo) – Largo da Rua Sapucai – próximo Faculdade Estácio de Sá
Roda de Samba com: “Dois do Samba” (Dudu Nicácio e Rodrigo Braga) + Janaina Moreno + Geraldo Magnata + Raimundo do Pandeiro
Convidado especial: Moacyr Luz

10 julho (sábado) - Quadra da Escola de Samba Cidade Jardim
no Morro das Pedras
Roda de Samba com “Dois do Samba” (Dudu Nicácio e Rodrigo Braga) + Tininho + Michelle Andreazzi
Convidado especial: Almir Guineto

O projeto Do Morro ao Asfalto, idealizado pelo compositor, agitador cultural e advogado Dudu Nicácio, durante os seus quatro anos de realização, orgulha-se por ter contribuído para a revitalização de algumas rodas nas favelas da cidade, sempre valorizando os personagens musicais de cada região e defendendo o samba como patrimônio da Belo Horizonte e do estado de Minas Gerais. Projeto pioneiro, ele tem promovido um intercâmbio cultural na cidade sem precedentes e tido como referência para outras iniciativas.

“Dois do Samba” é formado pelo mineiro Dudu Nicácio e pelo carioca Rodrigo Braga, traz na sua origem, o sentimento do samba como arte do encontro e do compartilhamento – a exemplo de dobradinhas clássicas como as de Baden Powell e Paulo César Pinheiro, de Baden e Vinicius, Wilson Moreira e Nei Lopes, Moacyr Luz e Aldir Blanc.

A dupla gravou seu primeiro disco em 2008, que tem sido executado por rádios de todo o país e recebido diversas críticas positivas da imprensa nacional.

“A cena belo-horizontina, como a paulistana, é cosmopolita e, livre dos modismos que as gravadoras impunham até a década passada, hoje reúne influências muito além do Clube da Esquina e personagens vindas de Pernambuco, Piauí e Rio, caso de Rodrigo Braga que forma com o mineiro Dudu Nicácio o talentoso e divertido Dois do Samba” (Lauro Lisboa Garcia, O Estado de São Paulo, 18 de novembro de 2008).

Skol Música Redonda apresenta:
Do Morro ao Asfalto - rodas de samba com a dupla “Dois do Samba” e Convidados
Entrada Franca
*Dia 26/6 (sábado) a partir das 16 horas – Vander Lee
Parque Santa Lúcia – Barragem Santa Lúcia
*Dia 04/7 (domingo) a partir das 16 horas – Moacyr Luz
Largo da Rua Sapucai perto da Faculdade Estácio de Sá
*Dia 10/7 (sábado) a partir das 16 horas – Almir Guineto
Quadra da Escola de Samba Cidade Jardim – Morro das Pedras

Outras informações:
www.artbhz.com.br
Assessoria de Imprensa: (31) 3274 8907
www.christinalima.com.br

Trabalho com Catadores

Trabalho com Catadores

Festins gastronômicos levam renomados Chefs brasileiros a Araxá (MG)

Festins gastronômicos levam renomados Chefs brasileiros a Araxá (MG)

Um dos momentos mais aguardados do 4º Festival Internacional de Cultura e Gastronomia de Araxá, encerrado domingo (20/6), foram os festins gastronômicos comandados por grandes chefs brasileiros e realizados com pompa e circunstância no Salão Belo Horizonte do Tauá Grande Hotel.

Na quinta-feira (17/6), primeira noite do festival, os chefs mineiros Eduardo Avelar, do Espaço Avelar, e Ivo Faria, do Vecchio Sogno, ambos em Belo Horizonte (MG) comandaram o festim ‘União dos saberes e sabores de Minas, o grande jantar dos mineiros’. No cardápio, produtos da autêntica culinária mineira como taioba, goiaba, cachaça, canjiquinha e tutu de feijão, em grandes criações da gastronomia internacional. O ponto alto da noite foi o prato ‘Papo de porco com canjiquinha e pesto de mostarda’, celebrado pelos presentes como um verdadeiro ‘manjar dos deuses’.

A segunda noite do evento, sexta-feira (18/6), que teve festim com o tema ‘A cozinha do Pomodori’, foi comandada pelo chef Jefferson Rueda, dos Restaurantes Pomodori e La Tomate Bistronomique (SP). O cardápio uniu clássicos da culinária italiana com o toque especial do criativo chef paulistano, um dos mais renomados do Brasil neste tema culinário. Dois momentos da noite mereceram aplausos. O primeiro, a entrada, com ‘Ravióli de batata com cebola caramelizada e creme de parmesão’. O segundo, a sobremesa, ‘Merengue de frutas vermelhas’, que deixou os presentes com gostinho de quero mais.

Encerrando a programação de festins, no sábado (19/6), com o tema ‘A culinária francesa no Brasil’, o chef francês Emmanuel Bassoleil, do Hotel Unique e do Restaurante Skye (SP) apresentou cardápio da sofisticada culinária francesa adaptada ao paladar brasileiro. O ponto alto do jantar foi o prato ‘Robalo no vapor com creme champagne e caviar’, que fechou a noite em grande estilo.

A organização do festival tem a assinatura de Armando de Angelis e Agenor Lemos Júnior. O patrocínio cultural é da CBMM; apoio da Secretaria Estadual de Turismo, Prefeitura Municipal de Araxá e SESC e participação especial do SENAC, Clube da Cozinha de Araxá, Araxá Convention & Visitors Bureau e Circuito da Canastra. A TV Integração (afiliada Rede Globo) foi a emissora oficial do festival.

Informações para a imprensa: Ampla Soluções em Comunicação
Jornalistas responsáveis: Liège Camargos, Marianna Moreira e Patrícia Leris
(31) 3221-9241 / 3225-1116 / 8788-0043 / 8899-0353
Junho/2010

Marianna Moreira
Rua Visconde de Taunay, 61A - São Lucas
Belo Horizonte - MG - 30240-300
(31) 3225-1116 / 3221-9241 / 8899-0353
imprensa@amplacomunicacao.com.br







Luta pelo limite máximo de propriedade da terra no Brasil
Assine Aqui:

http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/6322

“Repartir a terra para multiplicar o pão.”

Esta campanha foi criada em 2000 pelo Fórum Nacional pela Reforma Agrária e Justiça no Campo (FNRA), com o objetivo de conscientizar e mobilizar a sociedade brasileira sobre a necessidade e a importância de se estabelecer um limite para a propriedade da terra no Brasil, que é o segundo maior concentrador do mundo, perdendo apenas para o Paraguai.

Mais de 50 entidades, organizações, movimentos e pastorais sociais que compõem o FNRA estão engajadas na articulação massiva em todos os estados do país, além de centenas de outras organizações e pessoas que já aderiram a este importante movimento.

Entre os dias 01 e 07 de setembro de 2010, será realizado o Plebiscito Popular pelo limite da terra. Este será mais um ato concreto do povo brasileiro contra a concentração de terras no país.

O objetivo final é pressionar o Congresso Nacional para que seja incluído um novo inciso no artigo 186 da Constituição Brasileira, que trata da Função Social da terra, para limitar o tamanho máximo da propriedade em 35 módulos fiscais, medida sugerida pela campanha do FNRA.

Se você concorda com o limite máximo para as propriedades rurais e com o fim dos grandes latifúndios no Brasil, então diga: “Eu apoio a proposta de emenda à Constituição que limita o tamanho da propriedade da terra no Brasil!”

Mais informações pelo
www.limitedaterra.org.br
Twitter: @limitedaterra

terça-feira, 22 de junho de 2010

Padre Paraíso será a capital cultural do Vale

Padre Paraíso será a capital cultural do Vale

28° Festivale acontecerá de 25 a 31 de julho



O 28º Festivale já tem data e local para acontecer. O maior festival de cultura popular do Vale do Jequitinhonha será realizado entre os dias 25 e 31 de julho na cidade de Padre Paraíso. O evento é organizado pela Federação das Entidades Culturais e Artística do Vale do Jequitinhonha (Fecaje) com o propósito de transformar a realidade sociocultural da região.

As atrações do Festival são as mais variadas. Dentre elas se destacam o Festival de Música e a Noite Literária, além de muitas oficinas. Ambas atividades concedem premiação para os primeiros lugares e já revelaram nomes como o cantor e compositor Paulinho Pedra Azul, Rubinho do Vale, Pedro Morais, Carlos Farias, o escritor e poeta Gonzaga Medeiros.

Neste ano serão distribuídos um total de R$ 10.000,00 em prêmios para os ganhadores do Festival de Música e R$ 2.700,00 para os ganhadores da Noite Literária.

As inscrições devem ser realizadas por Correio ou na sede da Fecaje, em Araçuaí. Cada participante poderá inscrever até 03 trabalhos. O valor é de R$ 20,00 por trabalho inscrito e deve ser depositado previamente em conta bancária da Fecaje.

O prazo para inscrições para o Festival de Música se estende até o dia 16/06 e para a Noite Literária até o dia 28/06. Os editais se encontram disponíveis no site da Fecaje (
http://www.fecaje.org.br/).

História do Festivale
O Festivale aconteceu pela primeira vez em 1980, em Itaobim. Desde então, o evento se consolidou e passou a ser único por reunir as regiões do Alto, Médio e Baixo Jequitinhonha, atraindo milhares de pessoas a cada edição. O festival tem recebido cada vez mais visitantes de outras regiões do país e do exterior, contribuindo assim para que a região seja vista como o "Vale da Cultura e das Oportunidades".
Padre Paraíso
A cidade sede do 28º Festivale localiza-se na região do Médio Jequitinhonha, sendo cortada pela Rio-Bahia, a BR 116. Está a 550 km de distância de Belo Horizonte, a 100 de Teófilo Otoni, 50 de Itaobim, a 122 de Araçuaí, 180 de Almenara .

Com uma população estimada em 18.891 habitantes, Padre Paraíso possui belas cachoeiras e construções arquitetônicas, como a igreja matriz da cidade.

O município conta com grupos como Cia Murion de Teatro, o Núcleo de Produção Audiovisual e a Folia de Reis Gameleira, que contribuem para o efervescente momento cultural atravessado pela cidade.
28º Festivale
Local: Padre Paraíso
Dias: 25 a 31 de Julho
Inscrições para Festival de Música: até 16/06
Inscrições para Noite Literária: até 28/06
Contatos
Assessoria de Comunicação - (31) 3409 – 4067
polojequitinhonha@proex.ufmg.br
Aluysio Ferreira ou Bruna Acácio
Fecaje – (33) 3733-1125
Ângela Freire
fecaje@yahoo.com.br
http://www.fecaje.org.br/

Exposição Manchas Aldravistas

Abertura Oficial:

Hoje: 22 DE JUNHO, ÀS 20:00 na Câmara de Belo Horizonte.

Participe!

Se não conseguir visualizar as imagens, acesse:
http://www.jornalaldrava.com.br/pag_noticia_2010.htm

Tudo pronto para a abertura da Exposição Manchas Aldravistas de Deia Leal
Galeria Guimarães Rosa
Câmara Municipal de Belo Horizonte
De 22 de junho a 02 de julho de 2010

Na tarde do dia 21 de junho, a exposição Manchas Aldravistas de Deia Leal foi montada pela curadoria de artes da Associação Aldrava Letras e Artes e pela equipe técnica da Câmara Municipal de Belo Horizonte.


Aldravistas com a Presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, Luzia Ferreira


Aldravistas com Coordenador da Galeria Guimarães Rosa, Elton Santos


Aldravistas com a Equipe Técnica da Câmara Municipal de Belo Horizonte


Deia Leal dá entrevista à TV da Câmara Municipal de Belo Horizonte

Galeria Guimarães Rosa
21/06/2010

Espaço recebe exposição “Manchas Aldravistas”

À primeira vista, pontos, gotas, borrões. Aos poucos, o olhar mais demorado vai revelando sentidos construídos por tramas de traços coloridos. A coleção “Manchas Aldravistas”, da artista plástica Deia Leal, chega à Câmara Municipal no dia 22 de junho, convidando o público ao diálogo e à livre interpretação.

O espectador vai precisar de sensibilidade e de “olhar demorado”, até repetido, para tentar desvendar as manchas desenhadas pela artista. São 25 obras inusitadas, que passeiam pela história de Minas Gerais, pela carnavalização e por paisagens devastadas. Por trás das pinceladas abstratas, Deia Leal faz questão de apontar o sentido de cada imagem.

“Não é abstracionismo. Todas as obras têm identidade, título, intencionalidade. Caso não seja possível ao visitante recuperar o sentido integral da proposta da imagem, ele deverá buscar o sentido possível”, comentou a autora.

Os quadros, construídos com acrílica e nanquim, são resultado de uma explosão de cores, apoiadas em suportes diversos: papel cartão, papel fotográfico, madeira e tela.

Aldravismo

Sinônimo de liberdade, a arte aldravista faz referência à superação de barreiras formais de produção e expressão, à possibilidade de ousar e de criar conceitos novos. Nascido na cidade de Mariana, no ano 2000, o aldravismo é um movimento de escritores, filósofos e artistas visuais que propõem interpretações inusitadas de eventos cotidianos. A aldrava, argola de ferro utilizada antigamente para bater nas portas, é o símbolo do movimento.

Além da liberdade, o aldravismo tem outro pilar: a metonímia. Trazida da literatura para as artes plásticas, a figura de linguagem, que relaciona o todo e a parte, ganhou uma interpretação plástica e chegou às telas na forma de supressão de elementos. Não se pretende mostrar uma totalidade, mas apresentar indícios.

Nas experimentações metonímicas de Deia Leal não são mostrados objetos inteiros, mas manchas, pinceladas que insinuam a intencionalidade da artista sem, contudo, impor o sentido final. O significado de cada obra será construído conjuntamente pelo espectador, conforme sua vivência, sua bagagem existencial.

Reconhecimento

Graduada em Letras pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e pós-graduada em Artes Visuais, Cultura & Criação, Andreia Donadon Leal é poeta, contista e artista plástica. Mineira de Itabira, cresceu em Santa Bárbara e atualmente mora em Mariana.

Em 2009, Deia Leal venceu o Certame Internacional de Artes Plásticas, promovido pela Asociación Cultural Valentin Ruiz Aznar, na Espanha, com a participação de 35 países. Em 5 de junho desse ano, foi premiada com a Medalha de Bronze pela Académie des Arts, Sciences et Lettres, da França.

A exposição “Manchas Aldravistas” fica na Galeria Guimarães Rosa até o dia 2 de julho, das 8h às 20h. O endereço é Av. dos Andradas, 3.100, Santa Efigênia e a entrada é gratuita.
Responsável pela informação: Superintendência de Comunicação Institucional.


Clique aqui e leia comentário da exposição

Site Oficial da Câmara Municipal de Belo Horizonte

Andreia Aparecida Silva Donadon Leal - Deia Leal
Diretora de Projetos do Jornal Aldrava Cultural
Governadora do Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais-Minas Gerais
Presidente Fundadora da ALB-Mariana e Membro do Conselho Superior da Academia de Letras do Brasil
Embaixadora Universal da Paz do Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix - Genebra - Suíça
(31) 8893-3779
https://twitter.com/sendahaicais
http://twitter.com/deiadonadon
Telas
http://www.jornalaldrava.com.br/pag_deia_leal_plan.htm
http://deia-leal.artelista.com/
Contos
http://www.jornalaldrava.com.br/pag_contos_andreia_donadon.htm
Crônicas
http://www.jornalaldrava.com.br/pag_cronicas.htm
Poesia
http://www.jornalaldrava.com.br/pag_poesia_andreia.htm
Projetos
http://www.jornalaldrava.com.br/projeto_haikai.htm

Ponto Itinerante de Leitura
http://pontoleituramariana.blogspot.com/

Livro Digital - Aldravismo: uma proposta de Arte Metonímica
http://www.jornalaldrava.com.br/Doc/Aldravismo_arte.pdf

A vida é metonímica
cada olhar
é cada olhar
e o contínuo
que ela
parece ser
é soma de frações.
Andreia Donadon Leal

23º Inverno Cultural de São João del-Rei abre vagas para oficinas

23º Inverno Cultural da Universidade Federal de São João del - Rei (UFSJ)

17 a 31 de julho

Inverno Cultural de São João del -Rei abre vagas para 73 oficinas

Serão oferecidas 1.601vagas nas áreas de música, artes cênicas, literatura, arte-educação, artes plásticas e visuais e educação ambiental

A partir desta segunda-feira (28/06) estarão abertas as inscrições para as 73 oficinas ofertadas pelo 23º Inverno Cultural da Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ), que acontece de 17 a 31 de julho. Este ano serão promovidas 69 oficinas em São João del-Rei e quatro em municípios do Circuito Trilha dos Inconfidentes. Ao todo são oferecidas 1.601 vagas nas mais diversas áreas, sendo elas: Música, Artes Cênicas, Arte-Educação, Artes Plásticas, Artes Visuais, Literatura e Especiais. (Acompanhe abaixo mais detalhes sobre as atividades).

As inscrições para as oficinas de Arte- Educação e Especiais podem ser feitas nos dias 28 e 29 de junho. Já as inscrições para as oficinas de Música, Artes Cênicas, Artes Plásticas, Artes Visuais e Literatura serão realizadas nos dias 30 de junho e 1º e 2 de julho. Os valores para a inscrição variam de R$ 15 a R$ 20.

Para realizar a inscrição, os interessados devem comparecer à sede da UFSJ - Campus Santo Antônio – Saguão da Fauf (Praça Frei Orlando, 170, Centro) de 13h30 às 18h30. O pagamento referente a cada oficina deverá ser efetuado no ato da inscrição. Àqueles que residem fora de São João del-Rei deverão entrar em contato pelo telefone (32)3379-2506, das 17h30 às 18h30. Mais informações no site
www.invernocultural.ufsj.edu.br ou no telefone: (32)3379-2510.

Programação Oficinas:

Música

Temas: “Harmonia na música popular”, “Violão: concepções multi-texturais para arranjo e improvisação”, “Criação em gravação de música popular”, “Oficina musical – Catibiribão: a música para crianças na vida de cada um”, “Grupo vocal (canto popular)”, “Oficinas de Fluxo e Performance Musical”, “Violoncelo”, “Flauta transversal e Coral de Flautas”, “Retórica Musical no Barroco (uma leitura da Paixão segundo São João de Bach)”, “Violino”, “Viola”, “Improvisação Jazzística para guitarra e violão”, “Piano e música de câmara”, “Oficina de criação musical – música em conjunto”, “Linguagem de sinais para improvisação musical – Soundpainting”, “Interpretação de música colonial mineira (orquestra e coro)”, “Influências musicais afrobrasileiras: um laboratório de música popular”, “Violão Clássico” e “O Maracatu de Baque Virado e seus “movimentos sonoros”.

Artes Cênicas

Temas: “Presença de palco: música cena expressão”, “A interpretação teatral do ator-manipulador”, “Dança aérea”, “Oficina teórica–prática de expressividade vocal”, “O teatro na educação básica”, “Palha assada, frita e cozida”, “Interferências urbanas” e “Iniciação ao palhaço: 1,2,3... tente outra vez”.

Arte-Educação

Temas: “Brincadeira é coisa séria!”, “Trecos, Tramas e Objetos – falando se constrói”, “Todo dia, toda hora tem música na escola - Rumos para o professor na sala de aula”, “Construção e manipulação de fantoches de sucata”, “Construção de bonecos de espuma”, “Jogos artísticos para professores”, “Biscoitos Falantes: fazer é bom, comer é gostoso e criar é um sonho’ e “A arte do teatro na terceira idade – resgate da memória cultural”.

Artes plásticas

Temas: “Iniciação à escultura em pedra-sabão”, “Do livro ao livro de artista”, “Pintura em técnicas mistas”, “As cores do solo do Campo das Vertentes”, “Fazendo arte com monotipias e colagens” e “Escultura do corpo humano em cerâmica”.

Artes visuais

Temas: “A cara do filme – direção de arte para animação stop motion”, “A fotografia como suporte na direção de arte”, “A linguagem do cinema”, “Produção Audiovisual em Novas Mídias ”, “Corpopaisagem: diálogos entre corpo e cidade”, “Interpretação para produções audiovisuais – técnicas e sensibilidade” e “Animação de curta metragem para internet e outros meios”

Literatura

Temas: “Literatura e erotismo”, “Poesia visual”, “Narrativas breves – e outras nem tanto”, “Construindo meu Baú de Estórias” e “Crítica literária”.

Especiais

Temas: “Educação ambiental e aventuras – turma 1” , “Educação ambiental e aventuras – turma 2” , “Orientação – o esporte da natureza”, “Curso de Escalada – turma 1” , “Curso de Escalada – turma 2” , “Ecoturismo - conheça e preserve o potencial natural da região – turma 1” , “Ecoturismo - conheça e preserve o potencial natural da região – turma 2” , “Artes marciais orientais”, “Vitral em Patechwork”, “Pintura facial e escultura em balões”, “Brincando e aprendendo a ser saudável através dos alimentos”, “Tai chi chuan - 13 movimentos do Chi Kung - Exercícios respiratórios chineses”, “Maquiagem artística para comissões de frente e destaques”, “Tamborzando - construção de tambores artesanais”, Elaboração de projetos culturais” e “Orquídea: eu cultivo esta idéia – Núcleo Orquidófilo Serra de São José”.

23º Inverno Cultural da Universidade de São João del Rei (UFSJ)
17 a 31 de julho de 2010
www.invernocultural.ufsj.edu.br

Assessoria de Imprensa
Sinal de Fumaça – A comunicação original
Fone: (31) 3264-4404
e-mail
pollyanna@sinaldefumaca.com.br
Aline Ferreira (31) 8778-1774
Pollyanna Alcântara (31) 9752-4058